Os horror games estão em alta

Embora o ano não tenha chegado ao fim ainda, 2016 se mostrou um ano importante para os jogos e fãs do gênero horror, e 2017 deve acompanhar essa tendência. Seja em títulos novos ou continuações de franquias, ou até mesmo na desconstrução e renovação delas, os resultados do que foi introduzido este ano realmente farão uma diferença, e podem se preparar para os que estão por vir.

Vejam abaixo alguns jogos que estão dando um novo ar para o gênero, e merecem um destaque.

Outlast 2

Após mais de dois anos após o lançamento da DLC, finalmente a saga Outlast receberá uma continuação, prevista para ser lançada em algum momento de 2017. Diferente dos outros dois jogos da série, Outlast 2 se passará em uma pequena cidade americana onde o protagonista irá parar após sofrer um acidente.

screenshotoutlastii-01

Não há indícios de que o novo jogo siga cronologicamente o final do 1º e muito menos se os fatos gravados por Miles e Waylor irão afetar o mundo de alguma forma.

A mecânica aparentemente é a mesma dos jogos passados, o foco do jogador será testemunhar os acontecimentos á sua volta e registrar tudo, tendo de dar um jeito de sobreviver enquanto isso. A única mudança visível até agora é que a câmera do nosso novo protagonista tem um sensor de som que não somente capta a altura como também o lado de que ele vem, o que deve ser uma ferramenta muito útil para os momentos de fuga e se esconder.

Friday the 13th: The Game

Trazendo a alegria e o horror para os fãs dos vários filmes da franquia “Sexta-feira 13” ou até mesmo do próprio Jason, este jogo promete agradar ao público, trazendo referências de todos (ou quase) filmes sendo em história, figurino ou apenas nas formas brutais de cometer assassinatos.

jason-game

O jogo será um multiplayer composto por sete jogadores: seis azarados e Jason, um lado deverá se unir e tentar sobreviver e o outro de eliminar todas suas vítimas. Seis contra um parece injusto? Bem, tendo em vista que nosso “vilão” pode captar movimentos, sons e se teletransportar pelo mapa torna as coisas equilibradas. A única forma para sobreviver, por sinal, é tentar enganar essas “habilidades vantajosas” de Jason.

Essa adaptação de Sexta-feira 13 já está disponível em pré-venda para PC, Ps4 e Xbox One, mas ainda não tem uma data determinada. Quem sabe eles não esperam até 13 de outubro, que cai numa sexta e já entra no clima do Halloween.

The Bunker

Em Junho a empresa indie de games “Splendy” publicou o trailer do jogo “The Bunker” e num espaço de dois minutos é possível ver que o jogo será um Point and Click situado por volta dos anos 80. A parte interessante, porém está no jogo ser um Live-action protagonizado pelo ator Adam Brown (Trilogia “The Hobbit”) e filmado num abrigo nuclear real localizado na Alemanha.

maxresdefault

Pelo enredo, nosso personagem nunca saiu do abrigo desde seu nascimento há 30 anos, porém ele é o único que permanece vivendo ali. O mistério do jogo, entretanto, é: o que aconteceu com as outras pessoas? Por que o protagonista ainda mora ali? E principalmente, por que eles precisaram fugir para o abrigo?

Seu lançamento aconteceu em setembro para PC/Mac e PS4, e pode ser encontrado lá no steam com boas análises.

Resident Evil VII – Biohazard 7

Embora seu lançamento oficial seja somente em 2017, a demo do 7º jogo da série foi mais um lançamento importante para esse ano, pois após 20 anos repetindo a mesma fórmula, a Capcom decidiu que estava na hora de reformular a saga Resident Evil. Em primeira pessoa, desarmado e como um completo desconhecido, foi assim que a demo foi apresentada ao público, e embora atraindo elogios e críticas é inegável que esse jogo irá trazer o nome “terror” de volta á franquia.

maxresdefault-1

Os elementos de ação foram reduzidos, mas o protagonista ainda assim contará com algumas armas e itens para recuperação de vida pelo jogo, mas estes serão escassos. A mudança de perspectiva deixará o jogador mais próximo da experiência de sobreviver a um “apocalipse” zumbi sem o treinamento ou recursos adequados para tal missão.

Também é importante mencionar que o protagonista do 7º título não será nenhum dos outros já introduzidos na série, e tanto a demo quanto o trailer não são partes do jogo final.

O enredo em si ainda é uma incógnita, e também não é certo se o protagonista do demo e a personagem do trailer são vítimas da mesma família ou grupo, muito menos qual é o motivo por trás do comportamento macabro destes; o universo de Resident Evil permite uma grande quantidade de especulações acerca dessas questões, mas ao que tudo indica somente com o lançamento do jogo teremos respostas concretas para a mudança na franquia.

O jogo está previsto para Janeiro de 2017 para PC, PS4 e Xbox.

E, se mesmo após tudo isso você ainda sim quer ter o prazer de explodir a cabeça de hordas e hordas de zumbis, em Junho a Capcom também lançou o jogo Umbrella Corps, que diferente do jogo acima é totalmente voltado para a ação.

A proposta é de um jogo multiplayer citado entre os eventos do 5º jogo e antes do 6º. Após a queda da empresa Umbrella grupos de mercenários tem tentado localizar seus pontos de pesquisa e roubar informações para seu próprio benefício, o personagem estará junto de algum desses grupos e entre suas funções estará coletar o DNA de zumbis para pesquisas ou apenas eliminar a concorrência. Porém, este lançamento também recebeu diversas críticas referentes ao custo do produto e a falta de algo inovador para com os outros jogos da série, não o tornando tão popular quanto era esperado.

Menção honrosa

E embora tenha sido confirmado como um jogo de ação, Death Stranding certamente fez o coração dos fãs de horror games bater mais forte ao ver o nome de Hideo Kojima relacionado ao de Norman Reedus.

3079383-deathstranding_screen_ps4_012_1465877398

Para os desavisados, a dupla (+ Guillermo Del Toro) estava confirmada para o projeto “Silent Hills”, que como o nome indica faria parte da franquia Silent Hill, porém infelizmente o projeto foi cancelado em 2015 até os dias de hoje. Todavia, com nova aliança entre Kojima e Reedus, além de um roteiro voltado para o sobrenatural, fica aquela expectativa de que pelo menos parte da essência de Silent Hills ainda perdura e poderá estar presente em Death Stranding.

Ainda sem data de lançamento o jogo será exclusivo para a plataforma PS4.