Quatro jogos de Pokémon que deveriam ser lançados

A Nintendo pode ter uma falta de criatividade imensa com Super Mario Bros. – vide os 20 NSMB lançados nos últimos anos -, mas ela consegue compensar cada ponto com Pokémon. Desde corrida até estratégia com o recente Pokémon Conquest, Pikachu e os outros monstros já participaram de dezenas de empreitadas diferentes.

Mas por mais que uma gama imensa de gêneros diversos já foram abordados pela Big N com essa franquia, ela ainda tem alguns mares que nunca foram explorados, e é exatamente isso que vamos ver hoje: quais jogos oficiais de Pokémon deveriam ser lançados, e como eles deveriam ser.

MMORPG

Comecemos pelo mais esperado de todos os tempos por qualquer um que tenha jogado Pokémon, uma recriação dos RPGs de portátil como um MMO para PC. O jogador controla um trainer – inútil, diga-se de passagem – que anda pelo mundo capturando pokémons selvagens e batalhando contra os mesmos ou outros players.

Tudo funcionaria como na série principal de portátil, mas com toques de WoW: apenas seis pokémons na party, algumas missões envolvendo a equipe rocket e oito ginásios para batalhar. De tempos em tempos, os top players que tivessem todas as insignias poderiam participar de um torneio entre si e os ganhadores desafiariam a Elite Four, algo como os fins de Season de League of Legends.

Importando mais coisas do WoW, as grandes expansões seriam outras regiões (Johto, Ilhas Laranja, Unova etc) e ele funcionaria com sistema de assinaturas, podendo contar com a minha e a de alguns milhões de japoneses por um bom tempo. Será que isso seria viável no Wii U?

Fighting game

Já presenciamos a atuação de Pikachu, Jigglypuff, Mewtwo e Lucario em Super Smash Bros, então por que não adicionar mais uns 20 ou 30 e colocá-los para lutar num esquema Street Fighter? Até os fãs já tentaram com sucesso fazer isso em Pokémon Type: Wild, não seria problema algum pra Nintendo e toda sua força melhorar o game.

AoS

Dois times de cinco integrantes, quatro habilidades especiais cada um, adição de heróis novos com frequência. Não sei se foi tanto tempo exposto a League of Legends, mas não consigo ver como essa fórmula daria errado, excluindo uma comunidade babaca ou metagame desbalanceado.

Ao invés de virem com quatro golpes fixos, os pokémons teriam a disposição uma biblioteca de golpes igual a dos RPGs, que aumentaria segundo o level do treinador, entretanto. Lógico que seria necessário um ótimo match maker para não colocar dois treinadores com golpes de diferentes forças.

Aqueles itens como X Speed finalmente serviriam para alguma coisa e seriam usados como runas, boosts de status ajustados antes de cada batalha. Monstros do gênero normal seriam os creeps, cães lendários segurariam os buffs, substituímos o Dragon por um Ho-oh e o Baron pela Giratina e está finalizado o joguinho.

Shmup

Vamos imaginar que voltamos para casa depois de um dia inteiro de trabalho, pegamos nosso Nintendo DS e iniciamos um jogo novo. Depois de duas horas não aguentamos mais aquele inferno de só achar Zubat nas cavernas, e é ai que entra esse game.

Ele consistiria de apenas três níveis, um número suficiente, sendo um na caverna dos Zubats, outro na floresta de Ratattas e o último no mar dos Tentacools.  Agora é só escolher a fase e sair dando choque do trovão em cada desgraçado que aparecer na tela para jogar o stress pela janela.

About Luigi Olivieri

Membro fundador dessa página maravilhosa que chamamos de PlayerTwo.com.br. Mestre pokémon, fã de rogue-likes e tuiteiro de plantão (@luigilol).

  • Pingback: Games que poderiam ter multiplayer | Do A Barrel Roll()

  • Pingback: Games que poderiam ter multiplayer | Do A Barrel Roll()

  • Parabéns pelo post Luigi. Foi realmente interessante… Talvez alguém da BIG N leia ou esteja antenado pra isso… só continuar fazendo POKEMON <insira as cores do espectro aqui> tá cansando…

  • Não entendi porque todos você colocou o estilo nas categorias, mas chegou no terceiro e você colocou AoS e não tower defense. .-.

    • luigiol

      Só pra deixar mais claro o conceito de tower defense que eu queria

  • De fato. Nintendo só tem a ganhar com novos tipos de jogos pra franquia. O 'RPG capture them all' já cansou pra muitos que acompanham a série desde o começo.