As crônicas de Sonic The Hedgehog

sonic

A primeira vista, o Sega Pub parece cheio de vida. Pessoas conversam, drinks saem a todo momento, música ao vivo enche o ambiente. No entanto, com o passar do tempo, as luzes baixas e o cheiro de álcool começam a revelar um quadro um pouco diferente do que isso.

Em meio a panfletos sobre aulas de datilografia, um ninja sentado no balcão pede mais uma dose de saquê para si e para um garoto provavelmente ilegal ao seu lado, que constantemente bate a própria cabeça contra a tábua de madeira. Uma garota tenta animar o ambiente com sua voz, mas o macaco que a acompanha nem se esforça para balançar seu chocalho.

Ao gritar por justiça, um homem saca uma serra elétrica e parte a mesa a frente em dois, enquanto um sujeito de bandana azul pega uma cadeira e prossegue para bater nas costas dele. Não demora muito para um dos mafiosos ao fundo, que mandam na casa, levantar e expulsar ambos aos chutes.

Nesse mesmo tempo, um táxi para em frente ao local e desembarca um passageiro: alto, pelos azuis, botas vermelhas, bandagens nas mãos e um lenço amarrado no pescoço. Sonic aproveita a porta ainda aberta e acelera o passo para entrar antes que se feche, para a alegria do ninja que não aguentava mais a luz que vinha de fora.

O bartender logo vê o sorriso cansado do ouriço e já oferece o “de sempre”, aceito com um balançar de cabeça logo que ele senta próximo ao ninja. Enquanto sua bebida não chega, ele pega um dos panfletos, dá uma lida como quem não quer nada e o guarda – nunca se sabe como o futuro será. Uma incerteza que, na verdade, o acompanha há anos.

Sua infância foi praticamente um sonho. Ele corria por onde quisesse e quando quisesse, recolhendo as esmeraldas do caos  e derrotando qualquer um que ousasse interferir em sua vida e na de seus amigos. Tanta corrida, além de fazê-lo perder um pouco de peso, chamou a atenção de muita gente, rendendo-o o título de herói.

Por mais um tempo ele viveu livremente, até passar a ser chamado para outros trabalhos. Começou com ele defendendo uma cidade de uma gosma azul, algo simples e até que pagavam bem. Isso evoluiu para um robô com sua cara tentando destruir o mundo, nada que uma ajuda dos amigos não resolvesse. No entanto, foi a partir dai que sua vida entrou em decadência, e ele tomou dois golpes fortíssimos na moral.

werehog

No reflexo de sua bebida ele ainda pode ver seu rosto em forma de lobo, uma experiência terrível que o abalou muito. Todas as noites por algum tempo o ouriço se transformava em lobouriço e era obrigado a lutar contra seus inimigos usando suas garras, pela impossibilidade de correr nesse estado. Durante o dia, ele só pensava em como queria que a noite não chegasse.

Passado isso, uma bruxa insiste que ele deve salvar um reino usando uma espada ao invés de sua velocidade, a segunda experiência que ainda assombra em seus pesadelos. Mais uma vez ele troca os pés pelas mãos e se dá mal por isso, finalmente entrando em depressão profunda.

Naquela época, a tendência era de que o bar iria ganhar mais um cliente vitalício, até que um grupo de extraterrestres surge para dar vida nova ao herói. Foi como uma aparição divina, que mostrou que seu passado de corridas frenéticas ainda tinha algum fôlego, bastava dar atenção a ele.

Essa trip durou cerca de dois anos, sendo que o último foi tão real que até o fez ver uma versão mais nova de si. Assim ficaram marcados seus dois melhores anos desde a ida à cidade, e mostrou que, apesar de não ter mais aquela atitude jovial do início, ele não é de forma alguma carta fora do baralho.

Por mais dolorosas que algumas memórias possam ser, Sonic vira o que resta no seu copo e abre mais seu sorriso – o visual novo não é à toa, ele recebeu mais um chamado! Burburinhos e risadas podem ser ouvidos às suas costas, mas ele não liga, pelo menos ainda está na ativa. Além disso, quem sabe o que suas novas roupas irão trazer? A próxima aventura chegou a empolgar tanto Knuckles que até o fez entrar para a academia!

O ouriço logo paga o que consumiu e se direciona para a porta, ainda sorrindo. A visita foi curta, mas serviu para rever velhos conhecidos e lembrar de um passado que não pode ser esquecido, para que sua história não se repita no futuro.

Link para a fonte da imagem de topo

About Luigi Olivieri

Membro fundador dessa página maravilhosa que chamamos de PlayerTwo.com.br. Mestre pokémon, fã de rogue-likes e tuiteiro de plantão.