Vamos completar o bingo do PS4

dualshock 4

Que a Sony iria finalmente revelar as primeiras informações oficiais do Playstation 4 em sua conferência na última quarta-feira todos sabíamos, mas a grande incógnita ao redor do anúncio era: o que exatamente a gigante japonesa está planejando mostrar para acompanhar seu novo console?

O suspense tomou conta da internet, que retribui com diversas previsões do que ela queria que acontecesse nessas quase duas horas de show. Nisso, algum gênio provavelmente do Reddit, tomado pela expectativa, reuniu 25 palpites em uma tabela e postou na web com o nome “Bingo da Conferência“, e nós, tomados agora pelo bom humor, vamos ver o que conseguimos e o que não conseguimos preencher no bingo.

Alguns tópicos já eram bem óbvios que apareceriam, como o PS4, o dono da noite. A parte de “centro de entretenimento” – Netflix, Hulu etc – não poderia faltar, enquanto o novo Dualshock 4, com um touchpad em seu centro e botão de share, era previsto por causa de imagens que vazaram mais cedo.

Esse botão, inclusive, introduziu o sistema de compartilhamento de vídeo, a principal atualização na PSN além de se expandir para mobiles e tablets. O console gravará automaticamente os últimos minutos de jogo, que poderão ser enviados para a rede rapidamente com o botão. Na mesma linha, será possível transmitir games ao vivo de qualquer PS4 para outros usuários assistirem, comentarem e até ajudarem se for um multiplayer. Bem legal, apesar de usar o Ustream para isso.

A compra da Gaikai foi justificada na conferência, onde descobrimos que poderemos jogar demos instantaneamente na PSN e que depois dos primeiros GBs baixados de um game, já será possível jogar um pedaço dele enquanto o resto termina de baixar, mais ou menos como a Blizzard faz hoje, a qual estava lá no palco para apresentar uma novidade.

Depois de vários anos se concentrando nos PCs, a Blizz anunciou ontem que vai voltar para os consoles de mesa, com nada mais nada menos que: Rock ‘n’ Roll Racing? Blackthorne? Titan? Não, Diablo III. Pelo menos a Sony mostrou inFamous: Second Son, Killzone: Shaddow Fall e o novo título Knack, a Ubisoft passou uma nova demo de Watch Dogs e a MediaMolecule apresentou uma ideia sua que faz com que o Move se torne um pincel em 3D, porque se dependesse das outras atrações a noite estaria perdida. A Square Enix ganhou um prêmio ao conseguiu entrar no palco, mostrar o mesmo vídeo de sua engine gráfica que mostrou na E3 2012, falar “Final Fantasy hoje não!” e ir embora.

O prêmio, entretanto, foi disputadíssimo entre a Square e outros candidatos, como o produtor de Crash que entrou no palco com a música característica do jogo, mas não falou nada sobre isso; a Capcom que citou Onimusha e também ficou na surdina sobre novidades da franquia; e a própria Sony que mostrou o controle, mas não se deu ao trabalho de mostrar a cara do console ou ditar seu preço. Não foi uma conferência ruim como um todo, mas alguns detalhes como estes poderiam ter sido diferentes, mesmo que a E3 esteja ai, daqui menos de quatro meses.

tabelaedit

Em verde os tópicos que foram confirmados, em vermelho os que estavam errados e em branco os que não foram abordados direito. Outros fatos sobre o PS4:

  • Depois da conferência a Sony comentou que o Move funcionará no console novo, mas o Dualshock 3 continuará funcionando apenas no PS3;
  • O PS Vita ganhará uma funcionalidade como a do GamePad do Wii U, onde poderemos transferir um jogo da TV para o portátil;
  • O PS4 terá um modo sleep;
  • Será possível baixar jogos e seus updates enquanto jogamos outras coisas;
  • No vídeo de apresentação tinha uma frase que dizia algo como “Não criamos uma caixa, e sim uma máquina”;
  • Em um trecho da conferência um jogo de carro foi apresentado. Todos pensaram que era GT6, mas era apenas Drive Club;
  • O Dualshock 4 não possui os botões Start e Select, mas tem uma entrada para fones de ouvido e um detector de movimento como a Sensor Bar;
  • Nada de The Last Guardian por enquanto. Quem sabe no PS5!

About Luigi Olivieri

Membro fundador dessa página maravilhosa que chamamos de PlayerTwo.com.br. Mestre pokémon, fã de rogue-likes e tuiteiro de plantão.