Competindo em Pokémon #3 – IVs

pikachu ditto

Atrasar sim, esquecer nunca: após um pequeno hiato, a terceira parte do guia para o competitivo de Pokémon está de volta. Como antecipado na anterior, o tema da vez são os Individual Values (IVs), a última característica determinante para construir um time perfeito para competições.

O conceito de IVs é bem simples, eles são apenas números atrelados a cada stat de um monstro, que podem dar de 0 a 31 de bônus por stat ao chegar no nível 100. Esses números são definidos aleatoriamente assim que o poké é gerado, ou seja, quando ele é encontrado na selva, transferido de um NPC ou quando o ovo é entregue ao jogador.

Fácil, não? O grande problema é que os métodos para se alcançar o melhor possível aqui são muito mais complicados que o EV training. Como IVs podem ser transmitidos de pais para filhos – eles são próximos ao conceito de herança genética -, refinar um monstro significa ficar fazendo diversos cruzamentos para conseguir valores altos pelo menos para stats importantes a ele.

Toda vez que um ovo é gerado, três stats são mandados dos pais e três são aleatórios. O primeiro stat a ser herdado pode ser qualquer um dos seis e tanto do pai quanto da mãe, enquanto o segundo herdado inclui todos menos HP e o terceiro exclui HP e Def.

O melhor jeito de explicar e entender isso é usando exemplo, então Blissey está de volta. O primeiro objetivo é ter HP, SpD e Def no máximo, então serão precisos um Ditto com HP 31, outro com SpD 31 e um terceiro com Def 31. Aqui os Power Items voltam a atuar, mas no breeding eles tem o efeito de transmitir com certeza o stat que eles correspondem, então o com HP máximo equipará Power Weight, o de SpD máximo, Power Band, e o com Def máxima, Power Belt.

Primeiro vão Blissey e o Ditto com Power Weight para o Day Care. Todos os ovos que vierem dessa dupla com esse item terão HP 31, então só é necessário um ovo para ir ao próximo passo. Agora é hora de trocar o Ditto com a Weight para o com Power Band e trocar a antiga Blissey pela Chansey que nasceu do ovo recém-adquirido. Eles resultaram uma Chansey com SpD 31, mas agora o HP passou a ter aquela pequena chance de passar de pai pra filho, ou seja, hora de pegar ovos até conseguir os dois com 31. Ao conseguir um com ambos no máximo, hora de pegar essa Chansey como nova mãe e trocar o Ditto para o com Power Belt. Repetir o procedimento, e o sofrimento, até conseguir HP, SpD e Def 31.

Alcançar os três perfeitos já é excelente, só que dá para ir para uma side quest: conseguir cinco perfeitos. A partir da sexta geração, o item Destiny Knot aumenta o número de IVs transmitidos por geração de 3 para 5, o que faz com que a partir de agora o Ditto equipe este item. Nesse m não existe mais uma estratégia fixa, mas é recomendado que os dois do casal tenham vários IVs altos, sejam diferentes ou não. Isso porque serão escolhidos cinco stats dentro de 12 (6 de cada pai), então quanto maior for o número de IVs altos no meio desses 12, mais rápido se chega no objetivo.

O único jeito de se verificar os IVs é indo para o centro pokémon de Kiloude e falando com o Ace Trainer (Stat Judge) de lá, que analisará o pokémon e dirá o que de máximo ele tem. É um pouco falho o método por não dar números nem nada (só indicar se está no 31), mas é o que tem para hoje.

Como o processo de treinamento é trabalhoso demais, a quarta parte do guia trará dicas de como aperfeiçoar técnicas de treino, como por exemplo usar um pokémon com Flame Body para os ovos quebrarem mais rápido. Enquanto ele não chega, eis alguns links úteis após a “aula” de hoje.

Links importantes:

  • Tutorial de IV Breeding: Guia de um usuário do Reddit (em inglês) – Reddit
  • Power Items: Mais um link com todos os Power Items – Bulbapedia
  • Stat Judge: Uma imagem com instruções de como o Judge funciona – Imgur

About Luigi Olivieri

Membro fundador dessa página maravilhosa que chamamos de PlayerTwo.com.br. Mestre pokémon, fã de rogue-likes e tuiteiro de plantão.