Gamer, a EA tem notícias sobre a próxima geração

usados

Segunda-feira abordamos no blog alguns rumores e bizarrices que rondam a chegada da nova geração de consoles de Sony e Microsoft. Por alguma coincidência – ou não -, o CFO da Electronic Arts, Blake Jorgensen, tomou algumas horas de sua visita a uma conferência de tecnologia para comentar sobre o que ele e sua empresa acham sobre o futuro do mercado.

O primeiro dos dois tópicos abordados é bem interessante: retrocompatibilidade. Tanto o PS3 quanto o Xbox 360 já não vieram com essa função, e os próximos consoles também devem manter esta tradição, mesmo com o Wii U rodando jogos de seu antecessor. Nas palavras de Jorgensen, um game multiplayer não deve integrar as gerações, deixando jogadores de PS4, por exemplo, separados dos de PS3.

Ele também comentou sobre o mercado de usados, que falamos um pouco no post passado. Apesar de estar dentro de uma grande corporação, o CFO acredita que por mais que não dê dinheiro as empresas, os jogos semi-novos servem como um tipo de propaganda. “Se alguém vai e pega um jogo por troca, há uma grande chance dele comprar algum outro de nossos jogos”.

Felizmente há uma lista de empresas, tanto no exterior quanto no Brasil, que trabalham com esse tipo de comércio, ainda mais que essa lógica de um game usado servir como demo do que uma desenvolvedora tem a oferecer é bastante válida. Sobre a retrocompatibilidade, é até estranho alguém comentar sobre isso quando há anos apenas a Nintendo faz seus consoles e portáteis assim.

[via VG247]

About Luigi Olivieri

Membro fundador dessa página maravilhosa que chamamos de PlayerTwo.com.br. Mestre pokémon, fã de rogue-likes e tuiteiro de plantão.