Nintendo eShop: minhas primeiras impressões

Faz mais de um ano que possuo meu querido Nintendo 3DS e com ele um único jogo: The Legend of Zelda Ocarina of Time. Desde então, nunca havia passado pela minha cabeça jogar online ou mesmo explorar o conteúdo encontrado na eShop – seu serviço online de venda de jogos e aplicativos -, mas resolvi largar a mão de ser pão duro e dar uma chance ao serviço, e eis as minhas impressões.

Interface

Simples e direta. Para os marinheiros de primeira viagem, vocês não encontrarão surpresas. Ao clicarem no ícone da eShop no seu console, terão apenas que aceitar uns termos de uso, esperar o preparo do seu cartão SD e pronto.Tudo o que você precisa saber se encontra na tela. Caso queira mais detalhes sobre determinado produto basta clicar no ícone do mesmo. Você também conta com o sistema de busca – que é bem funcional – e com o menu do próprio aplicativo, caso queira mudar alguma configuração, ver seu histórico de compras etc.

Características

Gostei do que vi. Posso assistir vídeos de lançamentos – sejam do próprio 3DS ou de outros sistemas – baixar demos, ver as Nintendo Direct’s, avaliar algum jogo, colocar fundos… enfim. O necessário para deixar até mesmo os mais exigentes satisfeitos.

Conteúdo

Muita coisa. Sejam aplicativos e principalmente jogos, opções não faltam em sua vasta biblioteca. A Nintendo ainda foi mais além e um fator que me chamou a atenção foi que o 3DS é compatível com o sistema DSi Ware, nos proporcionando ainda mais variedades do que esperávamos. Vale ressaltar que se você possui um DSi você pode transferir seus jogos, imagens e músicas sem maiores problemas, com exceção de seus saves.

Preços

O calcanhar de Aquiles do Brasil. Todos sabemos que os impostos são os principais problemas quando a questão é importação e disponibilidade de games no território tupiniquim. De certo modo, não deveria existir esse tipo de problema quando falamos da compra digital, mas parece que não avisaram a Nintendo sobre isso, ou ela está precisando contratar um pessoal de marketing melhor.

Se você ligar seu portátil agora, mudar sua região para “Estados Unidos”, acessar a eShop e pesquisar o preço do Super Mario 3D Land você vai encontrá-lo a módicos $39,99. Um preço relativamente justo se levarmos em conta que basta utilizar seu cartão de crédito e esperar o download acabar para se divertir. Agora, mude sua região para o Brasil. É aí que a Nintendo peca. O jogo sai por nada mais, nada menos que R$149,90, quase 4 vezes mais caro. Por quê? Porque o mercado digital não pode desbancar o mercado físico. Pelo menos não no nosso país. Contradizendo a informação acima, “Lord of the Rings”, um lançamento, está saindo também por $39,99. E aqui, a surpresa: R$67,99. Achei o preço sensacional, levando em conta que a mídia física custa em torno de R$140,00. Por que que com os exclusivos da Nintendo isso não acontece? Perdoem-me, mas não sei responder a essa pergunta.

Conclusão

Cave Story, VVVVVV, Anonymous Notes – From The Abyss – 1 e 2, Crimson Shroud, Dark Void Zero, Mutant Mudds, Soul of Darkness e Zenonia. Paguei em torno de R$130,00 por todas essas belezinhas. A única parte ruim foi ter comprado na eShop americana, sem saber que na brasileira o preço era menor. Por exemplo: Cave Story (EUA) custa $9,99, enquanto aqui sai porR$16,99. Isso porque não comentei sobre o IOF. Mas ok, a experiência foi válida e de certo modo divertida. Economizar o dinheiro da merenda realmente teve bons resultados.

About Kaio Rodrigues

Único sobrevivente dessa página maravilhosa chamada PlayerTwo.com.br, junto com o fundador. Amante de jogos independentes de fan-made, passo parte do meu tempo sonhando em um dia ser jornalista de games.

  • Kaio C.

    E é válido comentar, pois me fugiu na hora de escrever: Se você tiver R$5,50 na sua conta e quiser comprar um jogo de R$5,99, nada de ter que adicionar fundos com valores pré-definidos. A Nintendo te dá a opção de colocar o valor necessário para finalizar a compra.
    8)

    • luigiol

      Ou, isso é legal pra caramba, não ter que ficar preso em colocar um mínimo de crédito.

  • Kaio C.

    Infelizmente eu não tenho muito do que comentar sobre o Virtual Console, mas como é Megaman, abrirei uma exceção. 🙂

  • Pingback: Player Two()

  • Pingback: GameBlast Indica()

  • Niikaz

    enquanto isso, eu apenas tenho demos e mais demos
    hahaha
    mas gostei da dica de ver o preço nas duas antes de comprar 🙂

    • mczanetti

      O que mais me atrai é o Virtual Console. Ainda mais com os Megaman que estão para chegar. =)