EVE Online: Mecânicas e funcionamentos #1

eve

“Diário de bordo estelar, hoje é meu primeiro dia em minha nave.” Esse é o começo de todo jogador de EVE Online, MMORPG feito pela produtora islândesa CCP Games, um dos mais complexos, ricos e inusitados de seu gênero. O texto será dividido em dois momentos de forma a facilitar a leitura: em um primeiro serão explicadas as mecânicas de jogo e como elas são desenvolvidas, para depois mostrar a interação do jogador com essas mecânicas e com outros jogadores.

A história do jogo é bastante simples: 21000 anos no futuro, a humanidade esgotou os recursos da Terra e se aventurou pela Via Láctea para encontrar outras fontes de recursos. Durante as explorações, um buraco de minhoca foi descoberto e do outro lado dele encontrava-se uma outra galáxia, batizada de New Eden. Ela começou a ser colonizada pela raça humana e novas sociedades foram criadas e chegaram a ser desenvolvidas por algum tempo, porém, para que o buraco de minhoca se mantivesse aberto, uma estrutura de portal chamada de EVE foi construída. Após um certo período, o portal falhou e fechou junto com o buraco de minhoca e  New Eden e Via Láctea foram separados. Quase que em sua totalidade, as colônias definharam e se extinguiram em razão da falta de recursos, porém algumas conseguiram sobreviver, reconstruindo a sociedade humana.

Os detalhes do game começam na customização de personagens, provavelmente uma das mais livres e diversificadas disponíveis em jogos ocidentais. Em praticamente todo o tempo, o jogador não vê o personagem, apenas sua nave, mas ainda assim o sistema é extremamente bem feito, ao passo que é possível ver qual a área de ação das mudanças no personagem, praticamente quais os músculos estão sendo alterados e a forma como eles são moldados. Não é incomum ver uma verdadeira cópia de um ator de Hollywood ou um músico famoso pilotando uma nave.

O jogador então é lançado ao universo e é instruído a cumprir o tutorial opcional que pode durar em torno de uma hora se tudo ocorrer conforme o esperado, ou algumas horas se se perder em um cinturão de asteroides. Desde o primeiro momento, o jogador é livre para se aventurar pelas galáxias, em nenhum momento é impedido de se aventurar por aí, ou é necessário cumprir nenhum tipo de missão ou conversar com algum NPC para acessar alguma área. A única limitação presente no jogo são as próprias skills do personagem, e elas são adquiridas e desenvolvidas de maneira bastante única.

Duas coisas são necessárias para que uma skill seja usável: um item consumível referente a habilidade desejada, que é vendida por NPCs, e então o desenvolvimento e o treinamento dela. O treinamento ocorre em tempo real, sendo assim necessárias X horas, estando online ou não, reais para que a skill seja habilitada no personagem. Isso possibilita ao jogador uma forma diferente de outros RPGs de realizar o seu “upleveling”, uma vez que não são necessárias grandes quantidades de tempo em frente ao computador para que a evolução aconteça, desde que haja os recursos necessários para tal.

A navegação pelo universo ocorre em dois momentos. Dentro de um sistema, que pode ser comparado a um estado de uma federação, o jogador utiliza apenas sua nave para se locomover, valendo-se apenas de warps automatizados; por fim, existe a navegação entre sistemas, em que se utiliza estruturas chamadas Stargates (também automatizados), que interligam os sistemas. Existem diversas atividades possíveis para o jogador dentro de cada sistema desde as mais pacíficas, como mineração para obtenção de recursos e transporte de mercadorias em quests dadas por NPCs, até atividades violentas envolvendo PvP ou PvM.

  • Gradash

    Finalmente alguém falando de EVE, isto é raro! EVE é um dos melhores jogos que já joguei na VIDA! Falando nisso, vamos lá dar uma minerada e fazer uma graninha XD