Horizon Conference, a E3 Indie – jogos da Double Fine

Horizon - Indie Games E3 Conference

Mesmo estando em tempos de pós E3, depois de ver os gigantes brilhando e apresentando oficialmente as novidades, não podemos deixar de lado os games indie! No último dia de E3, dia 13 de Junho, aconteceu a primeira Horizon, uma conferência dedicada aos jogos independentes.

A conferência aconteceu em Los Angeles e foi uma iniciativa do site sobre games Venus Patrol e do canal no Youtube MOCAtv. A transmissão aconteceu ao vivo pelo Twitch, mas também está disponível no próprio site para assistir.

Claro que assistir a tudo garante conhecer os desenvolvedores/headers das produtoras, mas para quem não tem 1 hora do seu dia disponível, ou, prefere um conteúdo em português explicando tudinho, o P2 está fazendo uma série de posts sobre o que foi mostrado na conferência, mais um adicional de informações sobre os games e as desenvolvedoras!

O post que inicia essa série será sobre a Double Fine Productions, que teve sua representação em pessoa pelo Greg Rice. Eles lançaram jogos como Psychonauts, Brutal Legends e The Cave.

O primeiro jogo apresentado no evento foi o Broken Age, game fruto de uma arrecadação de sucesso de 3 milhões de Obamas no Kickstarter – já mencionada pelo P2.

O projeto é guiado e apresentado desde o princípio por Tim Schaefer, com o nome de ‘Double Fine Adventure’ e agora, então, tomou forma e nome. Broken Age tem a proposta de ser uma aventura point-n-click que supere os anos que passaram desde os jogos de sucesso do gênero, como a série A Ilha dos Macacos(1990) e Full Throttle(1995).

Mesmo a criação do game sendo a linha que guia tudo isso, existe uma proposta social coop para todo o desenvolvimento do game. Desde o começo, quando publicado no Kickstarter, o projeto chama as pessoas para fazer parte desse game, serem os backers e ajudarem com ideias, acompanhando também o desenvolvimento apresentado pelos desenvolvedores no fórum e nos vídeos publicados.

Inclusive, caso alguém queira receber a versão beta e acesso do jogo assim que lançados, só entrar no site e comprar este por $15 apenas para os jogos, ou $30 para participar do fórum, assistir aos vídeos gravados entre outros extras.

O game conta a história das vidas de um menino e uma menina, que são bem distintas e distantes. A garota vive numa vila que decide que ela será sacrificada por um terrível monstro, mas ela decide lutar contra isso. Já o garoto vive em uma nave espacial e está sobre os cuidados de uma mãe-computador, mas ele quer sair se aventurar mundo afora. Como um point-n-click já imaginamos uma história bem contada + a nossa intervenção para resolver os problemas e guiar os personagens.

Outro jogo mencionado pela Double Fine foi Massive Chalice, projeto que está no Kickstarter até dia 27 de Junho e já arrecadou 1 milhão na última semana.

Massive Chalice é um jogo de estratégias e táticas, ambientado num universo feudal, que é inspirado em jogos de estratégia como X-COM e Final Fantasy Tatics. O jogo é single player e você é um rei ou rainha imortal que deve defender seu reino das forças demoníacas. Algo que é explicado no vídeo e parece ser o grande diferencial é o Permadeath, que acaba por construir um esquema de gerações, que os personagens que morrem deixam uma espécie de ‘aura’ que pode ser associada a outro novo herói, fazendo seu exército renovado mais forte e experiente.

Massive Chalice ainda não tem um trailer/teaser, apenas um extenso vídeo apresentando os concept art e comentários por Brad Muir, header do projeto, e Mark Hamer, o diretor de arte. Ambos trabalharam juntos na Double Fine no desenvolvimento de Psychonauts e Brutal Legend.

Acompanhe o P2 para conhecer os outros games indie apresentados na Horizon!