Player Two recomenda: Games gratuitos para se jogar nas férias

Apesar de termos várias promoções nos finais de ano, nem todo mundo tem a possibilidade de comprar jogos de PC e console. Impedimento dos pais, falta de um cartão de crédito e medo de comprar pela internet são alguns dos motivos, que não se limitam por ai. Seja qual for a razão, preparamos uma lista com algumas opções de jogos gratuitos para saciar a vontade, do clássico ao moderno, dos tiros aos puzzles.

TawStudio

E vamos começar com os dificílimos títulos da TawStudio. Não consegiu pegar Dust Force ou Super Meat Boy nas últimas promoções? Mr. Bree e Jelly Escape são grandes substitutos – brasileiros, além de tudo -.  A dificuldade não é tão absurda quanto de seus irmãos gringos, ou seja, dá para chegar até o fim sem muita frustração. Mr. Bree pode ser jogado pelo Kongregate, enquanto Jelly Escape fica no Action Games.

League of Legends

Não há época melhor para se iniciar um MMOG do que as férias, quando podemos passar dias e dias aprendendo sobre gameplay e passando de nível. Este tempo livre pode ser completamente preenchido por League of Legends, o viciante MOBA da Riot Games com seus 12 milhões de jogadores diários. Seu visual bonito e personagens legais, no entanto, dividem espaço com uma comunidade um pouco tóxica que atrapalha de vez em quando, então a sugestão aqui é tentar puxar algum amigo para o barco, quatro deles se for possível para montar um time fechado.

RGB Classic Games

O site RGB Classic Games é um dos projetos mais geniais dessa internet: uma página bem simples com mais de 300 jogos antigos legalmente distribuídos de graça para qualquer um que acessá-lo. Pela descrição pode parecer que ele é um daqueles jogos de Game Boy que diz ter 100 jogos mas são todos variações de Tetris, mas podemos encontrar por lá Doom, Jazz Jackrabbit, Loom e Sim City, entre muitos outros. Minha maior descoberta foi Putt-Putt, um point and click que joguei durante minha infância toda, recomendo para quem quiser buscar novas experiências.

Osu!

Enquanto começamos a jogar nossos Guitar Heroes lá por 2005, os japoneses iam aos arcades para uma partida de Taiko no Tatsujin desde 2001. Além do jogo de taikos inspirar GH, uma outra vertente ficou bem famosa no DS com Osu! Tatakae! Ouendan e Elite Beat Agents, em que o player deve clicar nos botões que aparecem na tela junto com o ritmo da música. No PC isso pode não funcionar tão bem como numa tela de toque, mas Osu! ainda é bem divertido, grátis e tem um repertório sempre crescente devido a uma comunidade ativa na criação de músicas.

About Luigi Olivieri

Membro fundador dessa página maravilhosa que chamamos de PlayerTwo.com.br. Mestre pokémon, fã de rogue-likes e tuiteiro de plantão.

  • Uma pena que não tenha nenhum MMORPG nessa lista. Antigamente era tão fácil achar um bom free. Hoje só tem genericões, os bons MMOs tão tudo pagos ou com IP Block.

  • Bsvampiro

    X1 ai ???? add la Bsvampiro

    agora … na moral .. poha edita isso ai cara … essa imagen do lol ta ridicula

    • luigiol

      Não to disputando com ninguém, lol, só achei a imagem divertida e coloquei. É engraçada, não tem porque trocar.

  • jogo ridiculo esse league of legends… perda de tempo a imagem resume tudo…

  • João MMD

    Pelas barbas de Saruman, de tantas imagens pra por de LoL eles colocaram bem uma de um retardado que fez a Annie com cara de Draven…

    • Karckys

      soh eh!! nd a ver mesmo acho q eh coisa d quem nunca viu e nem jogou

      • luigiol

        Na verdade eu (autor do post) tenho 700 horas + de League of Legends. E também tenho bom humor.

  • Niikaz

    OSU! ♥