Jogos para um Halloween mais calmo

Está chegando o Halloween e o PlayerTwo também terá um especial para esse dia! Serão feitos alguns posts com games/assuntos que se encaixem no tema, e vamos entrar no clima mesmo que não tenhamos uma comemoração de Halloween de verdade aqui no Brasil!

Esquecendo toda aquela coisa de zumbis, sangue e abóboras (afinal, alguém come abóbora mesmo?), montei uma lista de jogos não é muito obscura e nada assustadora.

O primeiro jogo escolhido foi Ghost Trick: Phanton Detective, disponível para DS e iOS. Pela descrição e nome o game parece ser mais sério, mas ele é do gênero aventura/puzzle em terceira pessoa que avança com um tom humorístico e personagens de personalidade marcante.

Nos primeiros momentos você assiste a um assassinato: o assassinato do personagem principal, Sissel. Ele descobre aos poucos quem ele é e o que aconteceu, e sim, você é este protagonista cadáver! Mas Ghost Trick é assim mesmo, você é um detetive fantasma com habilidades especiais que só os mortos especiais recebem.

O seu poder especial é a possibilidade de voltar 4 minutos no tempo sempre que alguém morre, para então mudar as circunstâncias e reverter esta morte. Ok, para reverter esta morte, você ‘morto’ tem a forma de uma chama azul, que seria como uma ‘energia’. A habilidade então é esta energia conseguir possuir objetos e interagir com eles. Ou seja, para reverter cada morte você irá, nesses 4 minutos, transferir a energia de objeto em objeto até impedir o assassino de matar a pessoa novamente.

Para se mover entre cenários diferentes, a energia se locomove através de telefones, que são anotados para poder visitar os lugares mais vezes. Também é possível entrar no corpo – e mente – das pessoas assim que elas morrem, acontecendo então diálogos bastante divertidos. O ponto alto dessas conversas mentais engraçadas acontece quando Sissel possui o corpo de um cãozinho.

Ghost Trick foi lançado inicialmente no Japão em 2010 para DS, sendo localizado para inglês em 2011, e em fevereiro de 2012 para iOS.

O segundo jogo é Gurumin: A Monstrous Adventure para PC e PSP. Nem um pouco assustador, ele é um RPG de ação com monstros bonitinhos e fantasmas.

A história começa com uma menina que vai morar com seu avô numa vila, um lugar bem parado aonde não tem muitas crianças. Explorando o local, ela salva a vida de uma pequena menina, que depois ao se apresentar diz ser um monstro.

Os monstros de Gurumin não podem ser vistos pelas pessoas mais velhas, e moram numa passagem secreta (muito secreta) que fica no meio da vila. São todos amistosos e fofos, até os vilões, que são fantasmas ‘malvados’.

O jogo é japonês e foi lançado para PSP em inglês no ano 2007. Também existe a versão para PC, lançada em 2004.

O terceiro escolhido é suteF – um game indie, com download gratuito aqui, lançado em 2010. Ele é um puzzle de plataforma, e o seu protagonista é um ser azul não identificado.

Em forma de puzzle, você deve empurrar/puxar caixas, pular e evitar lasers para chegar em uma televisão e partir par a fase seguinte. O lugar em que você está se chama “Abyss”, e você percorre as fases tentando escapar desse pesadelo. Tenho dúvidas quanto a linearidade do game, pois dependendo da sua ação numa fase, você pode seguir para uma diferente.

Os fatos são um pouco sombrios. Alguns personagens aparecem para atrapalhar, ajudar e outros só para dar conselhos. A parte pessimista é que algumas frases ditas são como “O que você está fazendo aqui tentando sobreviver?”. Em alguns momentos o ser azul vomita ou quebra a perna e fica impossibilitado de pular, ou ainda presencia mortes e até suicídios acontecendo.

Este jogo não é muito longo e pode ser zerado em algumas horas. Eu particularmente fiquei trancada no Chapter D mas até o Halloween eu termino!