Nostalgia Gamer: Cinco jogos que marcaram presença nos campeonatos de locadora

capalocadora

Dando continuidade ao mês competitivo da PlayerTwo, esta matéria é dedicada a todos os jogadores que viveram em sua infância ou adolescência a era dourada das locadoras de videogame. Numa época em que tínhamos pouco ou nenhum acesso à Internet, raramente se ouvia falar de campeonatos mundiais de nossos jogos favoritos e muito menos de podermos assisti-los no conforto de nosso lar.

Com a falta de acesso às competições oficiais, foi natural que os donos de locadoras começassem a perceber o potencial que eventos como a organização de pequenos torneios entre seus clientes pudessem ser mais uma fonte de lucro, e, porque não, uma fonte de diversão, pois nessa brincadeira até o anfitrião podia participar. Naquela época, se você fosse o melhor jogador do seu bairro, você era o rei. Depois disso, chegou a Internet e pudemos perceber que, na verdade, nem perto de sermos bons chegávamos, como podemos ver em nossa matéria sobre o Intel Extreme Masters 2013. Mas vamos falar de coisas boas – não, não é sobre novo modelo da famigerada câmera- e sim de cinco jogos que sempre figuravam nos saudosos torneios. Confira conosco mais uma matéria especial do nosso mês competitivo PlayerTwo!

5 – Gran Turismo 1 e 2 (PS)

Preferido pela galera mais velha, o primeiro Gran Turismo realizou o sonho de muitos marmanjos ao trazer carros reais de marcas famosas para a pista, porém foi com o segundo jogo da série que a franquia se estabeleceu de vez, com um ou mais títulos novos saindo a cada geração lançada.

O pessoal que disputava torneios de Gran Turismo era mais “seleto” em relação à bagunça generalizada dos outros campeonatos em geral, e quem disputava os torneios fazia questão de trazer seu memory card para exibir todos os carros em suas garagens e provar a todos que o seu carango era o mais veloz. Alguém aí já disputou a corrida de 24 horas?

gt2

4 – Ultimate Mortal Kombat 3 (PS/SNES/Mega Drive/Saturn)

Lançado no fim do reinado do Super Nintendo e Mega Drive, e bem no início da vida do PlayStation, Ultimate Mortal Kombat 3 saiu para os três consoles, além também de estar disponível para os arcades. Mas foi na versão dos consoles que fez mais sucesso, ao trazer todos os personagens que já figuraram na série para mais um show de fatalities, animalities e friendships. 

Diferente dos jogos de luta atuais, não tínhamos uma lista de comandos para ser consultada dentro do jogo, e com isso muitos competidores gastavam seu rico dinheirinho em muitas revistas para aprender aquele combo para ganhar dos seus amigos, e ainda por cima humilhar o seu amigo no final transformando-o em bebê. E não valia apelar com o Sub-Zero!

umk3

3 – Mario Kart 64 (N64)

O segundo título da franquia que hoje está em seu sétimo jogo (com Mario Kart 7, para 3DS) tinha duas grandes novidades, que eram inerentes mais ao console de 64 bits do que a mecânica do jogo em si. Primeiro é o gráfico tridimensional, que ainda estava engatinhando nos consoles, o que não impediu que Mario Kart 64 fosse surpreendente nessa época. Em segundo lugar, veio a possibilidade de quatro jogadores disputarem rachas simultaneamente, o que propiciou um ambiente mais competitivo do que nunca, com jogadores atirando cascos azuis e raios para todos os lados, tornando as corridas ainda mais caóticas.

Como possuir quatro controles em casa era um gasto bem grande, poucos jogadores optaram por comprar todos os quatro, porém, nada o impedia de levar seu próprio controle para a locadora e juntar os amigos do bairro, salgadinhos e refrigerante para disputar quem é o melhor e mais sortudo piloto da galera.

mk64

2 – International Superstar Soccer (SNES/N64)

Antecessor de Pro Evolution Soccer, o rei absoluto dos jogos de futebol também pertencia à Konami e levava o nome de International Superstar Soccer, e, como o futebol é paixão nacional, não podia deixar estar presente em nossa lista. Naquela época, apenas os jogos da série FIFA Soccer, que hoje compete de igual para igual com a série PES podiam incluir os nomes oficiais dos jogadores. O que podia ser um ponto negativo, acabou por se tornar a criação de vários personagens que se tornaram ícones e lendas do futebol virtual, como Beranco e principalmente Allejo, cuja habilidade com a bola era dita ser maior até mesmo que a do Rei Pelé.

Com as versões lançadas para o Nintendo 64, passou a ser possível que dois jogadores controlassem um time, fazendo as pelejas virtuais uma das primeiras experiências cooperativas no mundo dos games. E você, já foi campeão em algum torneio de International Superstar Soccer? Mas com o Brasil não vale!

iss

1 – Goldeneye 007 (N64)

Campeão absoluto em presença nos campeonatos de locadora, Goldeneye 007 revolucionou o gênero FPS, e se hoje estamos saturados de tantos jogos do gênero no mercado pode-se dizer que a culpa é dele. Com um modo multiplayer para até quatro jogadores e diversos mapas baseados no filme de mesmo nome, o agente britânico conseguiu que até mesmo os aficionados por futebol pendurassem suas chuteiras virtuais para participar de um tiroteio amigável (!).

Uma das funcionalidades mais bacanas do modo multijogador é a possibilidade de poder configurar as regras da partida a seu bem prazer, como por exemplo estabelecer que a partida seja disputada apenas com pistolas e que apenas um tiro matava. Essa flexibilidade de regras deu ao título muitos anos de vida, e até mesmo seu sucessor espiritual, Perfect Dark (N64), que era um jogo excelente, não conseguiu fazer com que os fãs migrassem para o novo título.

007

Por fim, queremos saber quais são suas recordações daquela época. Era o maioral do seu bairro em alguns desses jogos? Acha que faltou algum jogo nesta lista? Deixe seu comentário e vamos recordar essas época que com certeza ficou no coração de muitos gamers!

 Revisão: André Silva