Os personagens notáveis do Mundial

image

Aproveitando a onda da final da fase de grupos do Campeonato Mundial de League of Legends e de diversas listas que foram publicadas pareando os jogadores, algumas vezes de maneira polêmica, resolvi ressaltar uma lista com os melhores jogadores de cada posição me baseando em suas respectivas atuações nos primeiros oito dias de torneio (total de dias da fase de grupos)

Primeiramente, deve-se levar em conta que essa lista é, de certa maneira, uma opinião pessoal e não representa a verdade absoluta das coisas. Também é bom ressaltar que alguns nomes famosos estão fora dessa lista devido a atuações abaixo do esperado ou por não terem tido adversários que realmente os levassem ao seu potencial máximo ou até próximo dele.

A lista foi organizada separando os jogadores por rota e não se limitando a apenas um jogador por rota. Acredito que seria impossível me limitar a apenas um jogador por rota em algumas situações devido à grande atuações de diversos jogadores da mesma posição.

Enfim, ressalto novamente que essa lista não é base para nada e, do jeito que as coisas estão ocorrendo nesse Mundial, não deve condizer com a próxima fase do torneio.

Os picks:

Top – MaRin
Jungle – Hai / Karsa
Mid – Xpeke
ADC – imp / Bang / AN
Support – Gorilla / Piccaboo / Kasing

Rota do Topo: Indiscutivelmente, o melhor jogador dessa rota, e provavelmente do torneio, é o o representante da equipe coreana SKT T1, MaRin. Com apresentações acima do nível humano e espetaculares, Jang Gyeong-Hwan, também conhecido como MaRin, mostrou para o mundo que o coração de sua equipe não é apenas o midlaner alienígena Faker.
Devido ao grande foco dos seus adversários em tentar atrapalhar o jogo de seu midlaner, MaRin teve bastante espaço para crescer durante as partidas e carregar seu time para a vitória diversas vezes.
Apesar de a equipe coreana não ter enfrentado nenhum time a sua altura, seu toplaner fez partidas bastante convincentes e que, na minha opinião, o elevaram ao status de melhor jogador da posição e do torneio.

Caçadores da Floresta: Depois de muito pensar sobre os jogadores dessa posição, achei que seria injusto excluir um dos dois da lista pois, apesar de grandes apresentações, cada um teve um papel fundamental para sua equipe durante essa fase de grupos e até durante o caminho de chegada até o Mundial.
Karsa se mostrou um jungler sólido e que, com ótimas jogadas e teamfights, conseguiu consertar diversos erros de sua equipe Flash Wolves e os levar até a classificação para a fase seguinte do campeonato.
Assim como Karsa, o ex-midlaner da Cloud9, Hai, conseguiu também levar sua equipe com boas jogadas porém com a vantagem de ter adicionado uma organização ao time nunca antes vista nesse Split. Sua volta ao competitivo, especialmente para a sua posição original, trouxe para a C9 o que faltava: um shotcalling perfeito e coordenação geral durante os jogos. Pode-se dizer que a entrada de Hai na jungle foi o empurrão que a C9 precisava para passar pelo gauntlet de classificação para o Mundial e manter atuações impecáveis nos primeiros quatro dias de torneio.

Rota do Meio: Parece ser uma heresia deixar o melhor jogador de League of Legends que já pisou nesse planeta fora dessa lista mas é “necessário”. Acredito que seja senso comum de que o Faker é o melhor midlaner do torneio mas suas atuações andam abaixo do esperado, ele simplesmente não está jogando todo o seu potencial pois não houve necessidade para isso até agora. Levando isso em conta, eu decidi escolher o veterando e midlaner da Origen como o melhor da posição. Xpeke, depois de uma temporada um tanto quanto turbulenta e em que foi contestado diversas vezes, parece que possui uma passiva quando vai atuar em palcos internacionais e consegue superar todos os tipos de adversários com facilidade. Em poucas atuações, ele conseguiu superar toda sua última temporada da LCS EU.

Carregador: Escolher um ADC foi a parte mais complicada dessa lista (mais difícil que deixar o Faker de fora dela…). Alguns dizem que não existem tantos talentos esse ano, outros culpam as péssimas atuações das equipes que acabam escondendo as performances dos ADCs, alguns ainda consideram que a posição está desprivilegiada. Considerando tudo isso, principalmente os desempenhos em equipe, eu elegi o carregador da equipe chinesa LGD, imp, como o melhor carregador do torneio.
Essa escolha foi complicada pois fui obrigado a desconsiderar boas atuações de outros carregadores como Niels e Deft, para eleger um dos que considero melhor individualmente e que, apesar do péssimo início de sua equipe, conseguiu se manter relevante.
Não pude deixar de fora os carregadores da taiwanesa ahQ e da coreana SKT T1, AN e Bang respectivamente, pois ambos tiveram performances brilhantes e consistentes ao longo dos oito primeiros dias de torneio. Bang é detentor do maior KDA do Mundial até o momento e NA teve partidas incríveis no último dia da fase de grupos, mostrando toda sua mecânica e cuidado que o time tem em ajuda-lo.

Suporte: Antes de tudo, o posto de melhor suporte do torneio até agora pertence ao Gorilla, ele foi o jogador dessa posição que teve melhores apresentações e teve algo que outros não tiveram: consistência. Agora vem a parte boa, o motivo de eu ter elegido outros dois suportes, além do Gorilla, para essa lista.
Eu não posso ignorar o fato de o Piccaboo e Kasing terem tidos boas apresentações também, diferentemente da posição de carregador em que eu “ignorei” o Bang, ambos vieram de grupos mais disputados e com partidas complicadas em que mostraram suas capacidades e proximidades. É preciso levar em consideração que, caso estivesse em um time muito melhor, acredito que o Kasing e Piccaboo se soltariam muito mais e jogariam melhor do que já jogam, mas esse fato não é o suficiente para destronar o Gorilla do posto de melhor suporte, mas vale a menção honrosa.
Também com atuações impecáveis, Gorilla se difere dos seus companheiros de posição pelo simples fato de ser superior em tudo que executa, dificilmente cometendo erros e, as vezes, fazendo jogadas bastante plásticas.

Considerações finais:

Foi extremamente complicado eleger os melhores de cada posição com tão pouco tempo de campeonato e com alguns times não tendo verdadeiros desafios ainda, apesar de que acredito que todos os nomes dessa lista devem surpreender ainda mais nesse Mundial e em seus respectivos torneios regionais na próxima temporada.