Computador Piston pode chegar no Brasil em abril

Pode não ter sido um console, mas a Valve revelou no início de janeiro, durante a CES 2013, sua primeira investida para o mercado dos hardwares. O micro-computador – chamado também de computador modular – Piston está com previsão de lançamento nos Estados Unidos para março, e já deve chegar no Brasil logo mais, durante o mês de abril.

A Xi3, desenvolvedora do Piston, está se preparando para se instalar por aqui, e começará seus negócios lançando o PC um mês após sair nos EUA. Ter uma opção dessas seria ótimo para quem quer uma opção mais compacta de computador, já que ele possui apenas três placas de custo baixo e fácil reposição e consome por volta de 40W de potência. Suas especificações básicas incluem um HD de 1 terabyte, 8GB de RAM, processador quad-core de 3.2GHz.

O grande problema é quando vemos que lá fora ele sai por 999 dólares, que pode muito bem ser aumentado em umas duas ou três vezes quando pisar em solo nacional. Pelo menos o Piston deve ser classificado como computador, apesar de ter investimentos da Valve e vir pronto para rodar o Steam no modo Big Picture, o que diminui um pouco a facada.

A galeria abaixo traz algumas imagens do computador modular, mostrando seu interior, exterior e parte de trás, com mais entradas USB, eSata e de imagem do que de muita gente por ai. Se ele fizer bem a função de PC, tirando a parte dos jogos, e lançarem uma telinha portátil como aquelas para consoles antigos poderemos ver muito notebook e netbook se aposentando.

[via Arena iG e Xi3]

About Luigi Olivieri

Membro fundador dessa página maravilhosa que chamamos de PlayerTwo.com.br. Mestre pokémon, fã de rogue-likes e tuiteiro de plantão.

  • Kaio C.

    1000 doletas, conversão direta para 2070 dilmas, mais ou menos, e sendo vendido de forma oficial no Brasil deve ir pra algo em torno de 2500 a 3000.
    Pegue esse dinheiro e monte um computador com pra você: o Piston será considerado um brinquedo de criança.
    Claro, temos que levar com consideração de que é um avanço muito grande nesse tipo de mercado, mas se pararmos pra ver algo como o Alienware X51 pode-se questionar se o preço por esse produto é realmente justo atrelado a sua potência mais o fator de customização de Hardware. Convenhamos, pelo tamanho não se pode esperar muita coisa.
    Mas vamos ver – provavelmente chorar – quando for lançado aqui. Com certeza é um artigo de luxo voltado para um público que exige um mínimo de potência com design, e não para quem é Hardcore, seja em relação a processamento de dados ou jogos.