Preço do Playstation 4: explicado e conferido

ps4 preco brasil

Quatro dias se passaram desde o anúncio do preço oficial do Playstation 4 no Brasil. Alguns aceitaram, muitos xingaram muito no twitter, e outros chegaram ao ponto de assinar petição e ameaçar protestos no stand da Sony na BGS. Independente da posição adotada, todos queríamos saber o que levou os 399 dólares do console nos EUA se transformarem em 3999 reais, e essa resposta chegou hoje.

O meio adotado para a explicação foi a imprensa: o UOL Jogos conseguiu uma entrevista com Mark Stanley, responsável pela Playstation na América Latina, e o Arena iG publicou uma tabela simples com os diversos tributos que recaem sobre um produto importado. Em ambos os textos foi explicado que 858 reais (21.5% do valor original) se referem ao preço do console sendo 2,20 a cotação do dólar, 2524 reais (63%) são pagos em impostos como IPI e ICMS, e outros 875 são os lucros das lojas e da Sony Brasil.

Se somarmos todos os valores a conta realmente não fecha, totalizando 4257, porque a Sony descartou sua margem de lucro de R$258 para chegar ao preço anunciado. Antes que comecem os comentários de que ela não é ONG pra fazer as coisas de graça, a única empresa que obtinha lucro no lançamento do console desde pelo menos a geração passada era a Nintendo, que quebrou a cara ao lançar o 3DS por um valor mais alto.

Tem muita gente ainda não acreditando na Sony, que ela está ocultando algum número, então o Arena foi lá e publicou uma tabela mais detalhada, no qual aparecem todos os detalhes da tributação e mostram o quão desgraçada é a nossa cota tributária.

Checando os impostos

Fazendo uma pesquisa rápida na internet é possível pegar a maioria das alíquotas que se aplicam para os videogames (II, IPI, ICMS, PIS e COFINS):

  • Imposto de Importação: Disponível pela Tarifa Externa Comum neste link. Alíquota de 20% apresentada no Capítulo 95 referente a “Consoles e máquinas de jogos de vídeo, exceto os classificados na subposição 9504.30”;
  • Imposto sobre Produtos Industrializados: Disponível pela Tabela de IPI neste link. Alíquota de 50% apresentada no Capítulo 95 referente a “Consoles e máquinas de jogos de vídeo, exceto os classificados na subposição 9504.30”;
  • ICMS: Tabela com os valores de ICMS referentes a cada estado neste link. Alíquota de 25% para mercadorias em São Paulo, na categoria “XV – jogos eletrônicos de vídeo (video-jogo), classificados no código 9504.10.0100”;
  • PIS e COFINS: Disponíveis neste link no caso de importação. Alíquota de 9,25% (máximo aplicado).

Fazendo a conta

Calcular tributação é uma tarefa árdua, pois é aplicada a taxa sobre taxa, não simplesmente a soma de tudo e depois multiplicação pelo valor inicial do produto. Um breve exemplo é que uma taxa de 20% e outra de 50% não equivalem a uma terceira de 70%, e sim a (1,20*1,50 = 1,80) 80%.

Agora, vamos tentar explicar com nosso pequeno conhecimento em economia como foi feito o cálculo da tabela-mestre. O primeiro quadro mostra os cálculos feitos quando o produto chega aos portos brasileiros: aplica-se sobre o valor original (858 reais) Imposto de Importação, IPI, ICMS, PIS e COFINS, totalizando R$1029,60. Após isso é acrescido 20%, referente a margem da Sony, totalizando 1287 reais.

Com a mercadoria nas mãos da Sony por esse preço, volta-se a aplicar ICMS, PIS e COFINS e o IPI, o que já resulta em 2936,12 reais. Com isso, é possível aplicar o ICMS-ST, que parece ser um outro ICMS que a Sony deve pagar por futuros transportes que o PS4 pode sofrer na mão das lojas. Essa brincadeira toda sai por 3426,99, e agora sim vamos aplicar o lucro da loja.

Por alguma razão que não soubemos responder, o PS4 chega ao revendedor por um pouco menos, R$3245,93, onde então há o seu lucro de 16% e mais uma cobrança de PIS e COFINS. Chegamos então ao valor de 4258,08, que então a Sony subsidia para que baixe a R$3999,99.

Conclusão

Os cálculos não foram feitos por nós do PlayerTwo, e sim por um advogado tributarista convidado pelo Arena iG, então por mais que a realidade doa, não tem muito o que discutir. Achar razões pelas quais o Xbox One está mais barato também estão além de nossa capacidade, e não vem ao caso no momento. O ponto aqui é explicar como é feita a tributação do PS4 e mostrar que a Sony aparentemente não está com planos malignos para lucrar absurdos no Brasil devido ao baixo preço do console na América Latina, e sim perdendo dinheiro para pelo menos ter o console disponível no país no lançamento.

Como explicado na entrevista para o UOL, ainda não é possível fabricar o console por aqui e apenas a Foxconn, na China, tem o direito de montar o PS4. A Sony poderia ter buscado algum acordo para haver redução no custo de importação, o que não aconteceu ou se concretizou, então temos que aceitar o preço no Brasil. Algo legal de lembrar é que videogames não são bens primários, ninguém precisa de um para viver, ou seja: relaxem. Sempre têm as opções de comprar um One ou arranjar um jeito de importar o PS4, o valor dele no país não vai matar ninguém.

[Atualização: O Fabio fez um comentário muito interessante ali embaixo. Pelos “artigos 153, § 3º, inciso II; 154, inciso I; 155, §2º, inciso I e 195, §4º, todos da Constituição Federal de 1988”, ICMS e IPI seguem um princípio de não-cumulatividade, que deve “[…] diminuir (compensar), do imposto devido em cada operação, o imposto pago nas operações anteriores.” (DIFINI, 2003). Ou seja, o IPI e o ICMS estariam sendo cobrados indevidamente na segunda etapa.]

About Luigi Olivieri

Membro fundador dessa página maravilhosa que chamamos de PlayerTwo.com.br. Mestre pokémon, fã de rogue-likes e tuiteiro de plantão (@luigilol).

  • Agora vamos fazer uma conta realmente realista:

    O site da receita federal possui uma ferramenta que faz automaticamente todo o calculo de impostos (inclusive com o efeito cascata): http://www4.receita.fazenda.gov.br/simulador/

    O código para consoles é: 9504.50.00

    399 dólares já é o preço final do console lá com o lucro das lojas, impostos, transporte, etc, não existe motivo racional para o lucro aqui obrigatoriamente ser maior do lá mas mesmo assim vamos colocar o valor de $399 lá:

    Com a cotação de hoje de R$2,44 (assustadoramente alto mas com uma tendência a diminuir nas próximas semanas) o console ficaria por R$973,44 + II (R$ 194,69) + IPI (R$584,06) + PIS (R$ 16,06) + COFINS (R$ 73,98) = R$1842,23
    Ainda tem o ICMS que é um imposto ESTADUAL que em SP é de 25% para consoles e NÃO-CUMULATIVO então ainda teria um acréscimo de R$243,36.

    Esse são todos os impostos que incidem sobre o produto chegando a um valor de R$2085,59.

    Agora vamos analisar o custo-Brasil, o transporte da China para cá é um pouco mais caro do que para os EUA e ainda mais caro quando chega aqui para ir para outro lugar mas em compensação a mão-de-obra é mais barata.
    O lucro já está embutido na valor já que é o valor de VENDA nos EUA. A Sony Brasil é apenas uma divisão empresa japonesa assim como a Americana, então a parte dos lucros dela também já devem estar inclusas nos $399.

    O que não se fala é que MUITAS empresas multinacionais ganham INÚMERAS desonerações que só no ICMS chega a ser de 75% de devolução do valor pago.

    Então levando em conta desonerações, mão de obra mais barata e ainda o fato da conta estar sendo feita a partir do valor de VAREJO (com todos os custos e impostos tanto federais como estaduais) nos EUA, dá para perceber que o valor final de R$2085,59 na verdade é até alto demais para a realidade.

    Com uma conta feita sobre o custo original de fábrica, com margens de lucro parecidas com a praticada nos EUA, calculo tributário correto e um câmbio mais favorável a conta chegaria fácil aos R$1700-1800 reais.

    Mas tem idiota para tudo, inclusive para pagar 100% a mais que o valor real de um produto.

  • Fabio

    Cara, francamente, nunca li tanta bobagem num mesmo texto, avise o seu "advogado tributarista convidado" sobre o princípio da não cumulatividade que é aplicado em relação ao ICMS, ao IPI e as contribuições sociais residuais(PIS e COFINS), conforme dispõem os artigos. 153, § 3º, inciso II; 154, inciso I; 155, §2º, inciso I e 195, §4º, todos da Constituição Federal de 1988.

    • luigiol

      Tirando o tom ofensivo no começo do comentário, é um ótimo ponto. Vou mandar pra galera que tem o contato com o advogado.

    • luigiol

      Uma dúvida, esse princípio se aplica mesmo quando a mercadoria está no mar? (caso da primeira parte da tabela maior, que os impostos são aplicados antes de desembarcar)

  • O cálculo da tabela do Arena está sendo feito sobre o preço de venda a varejo nos EUA, qual seria o valor que o equipamento sai da montadora chinesa (a verdadeira base de cálculo, junto com o preço de venda determinado pela fabricante)?

    • luigiol

      O preço do fabricante é entre 380 e 390, mais ou menos o que eles tão usando como cálculo (só dividir 858 por 2,2 que vai ver que não dá 399)

      • Não faz sentido o valor aduaneiro aqui ser praticamente igual (diferença de $9…) ao preço de varejo nos EUA, Canadá e Japão! Nesses países a Sony e os varejistas também precisam lucrar e os respectivos governos também arrecadam tributos.

        Ou o subsídio é fortíssimo nesses mercados (o que não faz muito sentido, pois são justamente os maiores), ou o custo do aparelho está mal contado nos pronunciamentos oficiais… o que é o mais provável, comparado a qualquer outro eletrônico equivalente.

  • Alan Soder

    Pelo o que eu li, o XBOX ONE está saindo mais barato pois as peças são importadas e a produção é feita aqui, tem duas siglas que foram mencionadas onde eu li, são elas :

    PPB E CKD, que significam, Processo Produtivo Básico (PPB, Lei n.º 8.387, de 30 de dezembro de 1991) e Completely Knock-Down ou Complete Knock-Down, em inglês(CKD).
    http://www.desenvolvimento.gov.br/sitio/interna/ihttp://en.wikipedia.org/wiki/Complete_knock_down

    Acho que é isso 🙂

    • luigiol

      Também ouvi falar isso. Outro ponto que li é que tem algumas coisas que deixam a produção de console pro Brasil mais cara, como o padrão de tomada. Se a Microsoft manda uma parte do One desmontada pra cá, eles não precisam importar pra China a tomada br, trocar lá e depois mandar o console pro Brasil, por exemplo. Podem apenas mandar sem ela e implementar direto a brasileira no console quando chegar aqui.

  • Como assim 63% de impostos = 2500 mangos? PARA MANO! NUM VIAJA VELHO!

    • luigiol

      63% do preço final.

      3999 x 0,63 = 2519

      Bem simples a conta, na verdade.