Quick Look – Torchlight (PC)

Depois de muito tempo parada, a coluna mais rápida, mais esclarecedora, mais equilibrada, mais sensacional, mais brilhante, mais incrível, mais foda e mais um monte de adjetivos está de volta aqui no Player Two! Na coluna Quick Look damos alguns pontos positivos e alguns negativos para tentar ajudá-lo a escolher (ou não) certo jogo.

E o game de hoje é Torchlight, produzido pela Runic Games e lançado para PC pelas empresas Perfect World Entertainment e Encore no final de outubro de 2009 por distribuição digital e em janeiro de 2010 nas lojas. O jogo foi bem recepcionado pela crítica, principalmente por sua semelhança com a série Diablo. Depois do pulo você confere a matéria completa.

++ Pontos Positivos:

[Jogabilidade] Ande pela dungeon e derrote os monstros – que normalmente caem em único golpe. Senti-me jogando um Beat ‘em Up em 3D com elementos de RPG, e o que, no começo, me pareceu fútil, mas me conquistou ao longo das minhas horas de jogatina. Jogo bastante recomendado para os amantes da série Diablo.

[Tamanho] A principio achei os 800 MB que o Steam pedia para download e a instalação do jogo algo normal, mas após começar minha aventura tive que rever se estava certo. Se alguém puder, explique-me como Torchlight consegue ter gráficos tão bons tendo esse tamanho?

[Custo-benefício] Mesmo tendo comprado o game enquanto custava meros 5 dólares, o preço normal de 20 pratas é bom pelo que o jogo tem a oferecer. Nove tipos de personagens, grande quantidade de andares na dungeon principal e várias side-dungeons e gráficos de qualidade valorizam bastante o game.

[Hardcore Mode] Esse é um recurso que, na minha vida gamer, é inédito: um modo em que o jogo termina caso o jogador morra uma vez. Sim, não tem check-points nem múltiplas vidas, morreu, game over,  atraindo os jogadores mais hardcores por causa do desafio.

[Compartilhamento de itens] Em Torchlight temos dois baús que servem como armazém, sendo o primeiro local e o segundo, que fica no topo da cidade, disponíveis para todos os personagens que você possui. Isso é bom quando conseguimos um item raro para uma classe diferente da que você está jogando, é só colocar o item no segundo baú e pegá-lo com o personagem desejado. Uma função de grande ajuda.

– Pontos negativos:

[Falta de um mapa grande] Esse ponto negativo é tão marcante para mim por eu ter saído de dezenas de horas de Dragon Age Origins, onde apertando “M” o mapa do lugar onde você está aparece, e ter ido direto a Torchlight, onde o mapa é bem restrito. Outra coisa que me incomodou em relação ao mapa é que, quando ele está no meio da tela e você numa dungeon, ele fica praticamente invisível. Tente se guiar por um mapa invisível, é complicado.

[Easy Mode] Sempre que começo um jogo procuro aprender o básico para não começar perdido. Por isso escolhi o modo mais fácil, nesse caso o “easy mode”.  Mas ao começar a jogar eu me deparo com inimigos raquíticos de fracos, drop rate absurdamente alta e ganho de experiência muito acentuado. Depois de jogar o segundo nível de dificuldade fiquei me perguntando por que não chamaram esse easy mode de Torchlight for Morons.

[História pouco envolvente] Cada uma das três classes diferentes tem um motivo, mas todos querem por as mãos numa fonte de Ember, um minério poderosíssimo, que fica nas minas da cidade de Torchlight. Logo ao começar o jogo já entramos nas minas em busca de um monstro que estava atacando a cidade. Ao chegar a esse monstro descobrimos que um vilão é responsável por isso e vamos atrás dele. Chegamos a ele, enfrentamos um boss e ele escapa. Coloquem a última frase em looping e terão boa parte do jogo desvendado. Será que não dava pra fazer melhor, Runic Games?

[Poucas side-quests] Apesar do foco do jogo ser descer o máximo possível na caverna principal atrás do vilão, side-quests são essenciais para não enjoarmos rápido, principalmente se a história é fraca. Infelizmente, a produção do game esqueceu disso, deixando apenas várias quests de recolher itens e de derrotar monstros especiais, sendo que ambas são completadas na caverna principal. Temos também algumas dungeons paralelas, mas nada de diferente do normal.

About Luigi Olivieri

Membro fundador dessa página maravilhosa que chamamos de PlayerTwo.com.br. Mestre pokémon, fã de rogue-likes e tuiteiro de plantão.

  • Roger

    Pra curiosidade geral, Torchlight foi feito pelos desenvolvedores de diablo 1, por isso tamanha semelhança! Outro jogo parecido, muito mesmo, é Fate, é raro de achar, mas vale a pena!

  • Pingback: Jhean()

  • Jheafrey

    ola galera ,estou jogando torchligth queria algmas dicas para as quests!

    • Eu te aconselho jogar a história principal e quando você chegar nos niveis 8, 9 e 10, 18, 19 e 20, por exemplo, ir fazer todas as side quests que tem desde a ultima vez que você fez alguma (não são muitas, algumas você pode até ter completado sem perceber). A unica que eu recomendo você atualizar sempre é aquela de conseguir item (você pega essas quests com o cara na entrada da cidade)

  • Pingback: Nós Geeks()

  • Interessante… Eu não sabia da existência desse game, mas vou correr atrás já que ele é bem semelhante ao Diablo. =D

  • Interessante… Eu não sabia da existência desse game, mas vou correr atrás já que ele é bem semelhante ao Diablo. =D

  • Vi uma matéria (nem lembro onde) onde dizia que esse jogo, poderia ter sido um dos motivos do adiantamento de Diablo III.

  • Joguei ontem na casa de uma amigo, realmente é muito bom e muito semelhante ao Diablo, a música tema é praticamente a mesma.

    • arkane

      Cheat List
      Alterar arquivos do jogo a seu próprio risco e sempre fazer backups Vá para C: Users (seu nome de usuário) AppDataRoamingrunic gamestorchlightsettings.txt e procure esta linha:

      console: 0

      Mude-o para:

      console: 1

      Salvar e iniciar o jogo. Enquanto estiver jogando, pressione CTRL + Shift + botão [o terceiro à esquerda de você Voltar (ENTER)]. Isso traz o console para fraudes.

      GOD – Modo Deus
      Dinheiro [Amount] – Spawn [Amount] de dinheiro
      Ajuda – Listar outros comandos
      CLS – Limpa História Console
      Disablepet – Desativa / Ativa pet jogador
      Belt – Lista todos os cintos no jogo (para obter parte específica siga exemplos acima).
      Boots não da para colocar todos mas e so pesquisar

  • Hardcore Mode não é novo não, tem no Diablo. 😀

    • Luigi Olivieri

      Não sabia dessa!

  • Pingback: Imprensa Gamer()

  • Pingback: Tiago Santana()

  • Pingback: Player Two()

  • Pingback: Guri de Apê()

  • Pingback: N-Blast Indica()

  • Pingback: Rafael Lemos Camolez()

  • Pingback: Tweets that mention Quick Look – Torchlight (PC) - PLAYER TWO -- Topsy.com()