Relatos de um jogo online: a solo queue

Já faz por volta de oito meses que comecei a jogar League of Legends, um tempo que me transformou de um jogador casual em alguém que gosta de competir contra pessoas de verdade, não só contra inteligência artificial. O que mais contribuiu para isso foram os quatro meses de greve da minha faculdade, tempo mais que o suficiente para eu alcançar level 30 no game e me especializar em uma posição.

Ao alcançar o nível máximo, os players podem optar por entrar em partidas ranqueadas, que dá pontos (ou elo) aos vencedores e retira de quem perder. Existem três filas separadas de ranked: a para três pessoas com time formado, a para cinco pessoas com time formado e a principal, solo/duo queue, onde uma pessoa entra sozinha ou em dupla com 4 ou 3 jogadores random completando o time.

Logo que cheguei no 30, ainda no servidor americano, tentei jogar a solo queue para ver como é que funcionava, e não fui muito bem. Era basicamente um jogo normal, mas com pessoas muito mais centradas em ganhar, e minha falta de experiência – 150 vitórias em normal game é bem pouco – me rendeu quatro derrotas. Passado um tempo, agora no server brasileiro, tentei de novo, e a sorte me sorriu.

Consegui me recuperar das derrotas e subi meu elo para 1298, um pouco acima dos 1200 que todos começam. Times cooperaram e conseguimos levar o game. Minha intenção era conseguir chegar nos 1500 até hoje para ganhar uns prêmios, que serão entregues hoje de madrugada para quem tiver bem ranqueado, mas isso não chegou nem perto de acontecer.

Em apenas dois dias consegui perder 150 de elo, sempre pelo mesmo motivo: o time não agindo como pessoas civilizadas. Era só alguém errar uma vez que já vinha outra pessoa xingar desesperadamente a quinta geração do indivíduo que falhou, e a partir dai começava uma briga generalizada, a ponto do pessoal passar mais tempo digitando do que jogando.

A que iniciou minha queda foi talvez o pior game que joguei na vida. Estávamos ganhando bem, mas uma Katarina e um Malphite não paravam de discutir entre si porque o segundo não fez um bom início de jogo. Com quarenta minutos de partida e muita discussão a Katarina, que só queria saber de xingar o time, foi passear sozinha e acabou morta. Não deu um minuto para o time inimigo se aproveitar disso e levar o game.

Em outros dois jogos aconteceu de um de nós perder sua primeira torre, um cara do time ficar putíssimo e sair. Na verdade, foi pior do que abandonar o time, eles ficaram na  fonte andando pra lá e pra cá, já que assim eles não são banidos instantaneamente.

Antes disso eu achava bem exagerada aquela fama de que os brasileiros são os piores jogadores para se encontrar num game online, mas mudei drasticamente de ideia. Ver o pessoal mais preocupado em derrubar a autoestima de um aliado do que ganhar o jogo foi decepcionante para alguém que defendia piamente o server BR de League of Legends.

Não sou só eu que sofro com essa falta de respeito dos players, vários amigos relataram ter os mesmos problemas. Um deles conseguiu alcançar os 2000 de elo aqui – um número extremamente alto -, mas agora beira os 1700 por causa da bad manner dos outros. “Parece que o povo não quer ganhar” foi o que ele disse quando fui contar o que estava acontecendo comigo.

Bem que poderia haver um jeito de mudar a atitude desse pessoal, mas eles são tão cabeça-dura que tentar acalmá-los só os deixa mais nervoso (experiência própria). O tribunal seria de grande ajuda nessas horas para os bans virem mais rápido, e o sistema de honra ainda precisa mostrar sua utilidade.

Também tem muita gente que, como eu no passado, tenta entrar na ranked sem a devida experiência e acaba errando muito, o que não quer dizer que eles merecem ser alvejados sem piedade. Dar dicas pra eles e alertar que não é a hora certa deles começarem ranked é uma boa, mas se estressar é a última coisa a se fazer. Inclusive, sigam esse mote e conversem nos comentários!

 

About Luigi Olivieri

Membro fundador dessa página maravilhosa que chamamos de PlayerTwo.com.br. Mestre pokémon, fã de rogue-likes e tuiteiro de plantão.

  • Pingback: Vamos entender os últimos desafios do servidor brasileiro de League of Legends - PLAYER TWO()

  • Billy

    Eu não jogo LOL, mas jogo Dota. A situação é exatamente a mesma. Nos servidores brazucas está cheio de gente mal educada, kitters, intolerantes, etc. Prefiro mil vezes jogar com os gringos. Sabendo o básico de inglês da para jogar com europeus, asiáticos e claro norte americanos e conseguir partidas de qualidade e com muita diversão.

  • welber

    Realmente o que o brasileiro mais gosta de fazer é ofender os outros, sou novo no league, mas ja tive pvps onde nossa torre caia muito rápido, ficava mto estressado, mas continuava a fazer meu jogo, de nada resolve você encher seu aliado ou seu inimigo com ofensas, ajudaria bem mais se você desse dicas, mas alguns nem ligam pro que vc diz, mas brasileiro é brasileiro, e mudar não é nada facil.

  • IanGui

    O pior que tudo isso não apenas acontece nas rankeadas, mas também em vários outros modos de jogo que LOL oferece. Até mesmo em partidas 5×5 de níveis baixos, a galera senta o dedo no teclado e esquece de jogar, concordo que em alguns modos de jogo você tem que ter habilidades mais desenvolvidas, conceitos e estratégias mais elaborados, mas falta um pouco de humildade e a galera baixa um poco a bola! Afinal todo mundo já foi noob um dia, e o mais foda, é que isso afasta a galera que ta começando e isso é complicado.

  • marcos

    eu parei de jogar LOL devido a isso, existem poucas pessoas que tem a HUMILDADE de te ajudar.Pois uma vez que ja tem certe experiencia nada mais certo do que ajudar quem ta começando, mas nao eles preferem pensar "sou fodao, mato geral, que se foda o noob". E é ai que o jogo vai pro buraco, BR sempre vai levar a fama de um pessimo jogador pois como dias o ditado "uma maça podre, estraga o cesto inteiro'

  • 240p

    Falou bonito cara, o problema são os iniciantes que não aceitam críticas construtivas, ai acaba gerando discussões inúteis ao longo do game..Mas falou mto bonito vc!Parabéns!

  • Glaucus

    Realmente está bem complicado jogar LOL com os BR's… a maior parte, uns 80% dos players BR, SIM, é sem educação. Não podem jogar sem alfinar alguém uma partidinha sequer… se o aliado erra é motivo pro cara amaldiçoar toda a geração da família do coitado… se você escolhe MID, ou TOP e vê que que o inimigo está te dominando e você pede pra alguem substituir ou gankar você é motivo de chacota e ninguém sobe pra te ajudar… bem.. e assim vamo-nos. Eu sei o grande erro dos BR's nesses games. Falta HUMILDADE. Todos se acham melhores que os outros… todos "sabem" o que deveria ter feito em tal hora que você errou… mas você não fez porque é burro/noob/animal/FDP/idiota… enfim… todo tipo de "elogio" que o cara seja capaz de lembrar. Bem… jogar no server brasileiro realmente está começando a me chatear…

  • bootstrapper

    Creio eu que um dos fatos dos players brasileiros agirem dessa maneira estúpida, infantil e babaca, tem por trás influencia dos campeonatos que foram transmitidos. Só que eles esquecem que são jogadores de nível normal pra ruim. Geralmente é esse o perfil de quem reclama. Quando jogava no server americano usava as partidas não rankeadas para testar champs e builds e, no caso, não vinha player gritando "MID", "ADC" no momento em que entravam na sala e te insultando por pegar um tipo de campeao que ele quer jogar.

    • ivansobie

      isso é o que mais me incomoda no server BR todo mundo achando que sabe tudo sobre o jogo e que não existe nenhuma outra forma de jogar se não o solo top, mid, jungle e supp + adc bot, normal game é pra testar outras formas de jogo e se divertir. Molecada ta chata pra caralh-

  • thiagohencke

    Compartilho da mesma dor, se vc é um player que como eu preza pela diversão da partida sem stress, adicionem como amigo no game, e vamos jogar umas partidas, porque jogar com esses caras aí nem rola… o/
    Invocador: BlinkN

  • Goka

    Todo mundo passa por esses problemas, por isso estou criando uma comunidade para pessoas que QUEREM JOGAR e não ficar de MIMIMI no caso acho que é válido puxar a orelha em casos ESPECIFICOS, fez uma merda, pergunta, "Po cara por que vez isso e nao isso" ai o cara responde "po foi mal"ou "nao vi" blz ai responde "fica esperto da proxima" sei la coisas assim são bem vindas mas já xingar a mãe e tudo faz vc desanimar e perde fácil, já virei alguns jogos aonde estava 10 /30 pro outro time, so farmando andando junto da pra virar se todo mundo se comprometer, as vezes é melhor só cripar do que querer matar os champs, faz o jogo certo que sempre dá certo. Enfim se alguém com essa mesma idéia estiver afim me add lá "gokabr" e vamos montarndo times com quem entende esta visão e largamos essas porras que só gostam de xingar sem ter uma opinião válida.

    • Cara, isso é muito bom. Perdi muitas e muitas partidas por conta do mal jogo alheio. E exatamente como citado no post, eles perdem tempo "comendo a mãe" dos outros no chat do que atacando os inimigos.
      U problema tbm é o cinismo e hipocrisia que existe, modero uma página sobre LoL no Facebook e as vezes posto coisas como "Vamos ter calma" e aparecem várias pessoas comentando que é chato e isso e aquilo. Mas tu vai ver em jogo e eles fazem tudo ao contrário e ainda pior. O que o Server BR precisa é realmente que o Tribunal chegue logo. Assim (talvez) eles mantenham o respeito.

  • FelipexD

    Eu já joguei lol por muito tempo..parei por ter enjuado
    Acredito o mesmo que o autor falou, a falta de educação dos "BR" em jogos MMO é gigante, percebo isso quando faço as dungeons de 5 players no World of Warcraft, só jogo em servidores estrangeiros, e quando agente pega 1 brasileiro no time…ele já vem querendo falar merda, falar em portugues (o que incomoda bastante qualquer gringo) e fora os chingamentos desgeneralizados para todos os players da dungeon…é estressante…e é chato, as vezes sinto vergonha em falar que sou BR e geralmente escondo minha nacionalidade…
    fora que já fui obrigado a ouvir de players "Naum sô obrigadu a çaber inglêis, os gringo que se foda pra intendê o que to falanu"
    Enfim, sempre que eu puder jogar em servidores estrangeiros, eu jogarei, e sempre abominarei os servidores brasileiros!

  • dhiney

    xD eita

  • Juliano

    Eu passei essa fasezinha já. Antes eu era um bom rapaz que cedia a lane mesmo sendo o top elo do time (Ban e 1st pick) e sempre era legalzinho… Depois de tanto ser sacaneado, fodido, perder games ganhos por causa de trolls que por orgulho zoam o jogo inteiro comecei a entrar na dança. Dou call na lane que eu quero, pego meu hero, dou lock. Não faço cagadas, não feedo, se vejo que não tenho condições na lane aviso etc. Mais quando alguém começa de mimimi ou falar merda a porra fica séria. Esses dias entrei em um jogo, e nesse jogo tinham 4 premades. Obviamente sobrou o jungle para mim e adivinha, eu, ali, lvl 3 de leesin terminando de pegar o blue já tenho de ler no chat "LEE NOOB, JÁ TOMEI DUAS GANKS, E VC FARMANDO". PORRA! Malz se seu amigo, premade, suporte de blitz começou com a porra de UM DORANS RING e não wardou. Oque diabos eu tenho a ver com isso ? Gankei, ajudei mid e top a pegar kills… Mais era só eles morrerem, tomar uma gank, qualquer coisa que vinham falar merda, chingar, atormentar. Tirei SS, pra postar no forum apenas pra descontar minha raiva e continuei tentando, mais infelizmente os malditos não sossegaram! E NÃO, NÃO DOU MUTE NO TIME pq as vezes pode sair algo de bom… Sei lá. Anyway, depois de 20 minutos de hud poluido falando merda e reclamando, resolvi "Trolar". Como eu trolei ? Bom, sei lá, talvez tenha morrido 5x pro baron, 5x pra turrets e 10x pra adc deles. E como sei que com BR não dá… Vou mudar de novo pra NA e foda-se.

  • cristiano

    jah to um tempo jogando tbm o LOL e sempre q uma torre cai muito rapido do lado do meu time 2 ou 3 jah querem desistir e ofender os outros…dai eu sempre digo pra gentetah mas calma e espera ter pelo menos 50% dos seus itens jah em maos….é batata….sempre recuperamos a vantagem e saimos com a vitoria…jogo com Sona e isso ajuda um pouco a eles me ouvirem tbm(um suporte sempre ajuda)…tem muito BR estressado tem mas é manter sua forma de jogar e ajudar como pode

  • Henrique

    Concordo plenamente com a opinião do autor acima.

    e reconheço que já perdi a cabeça várias vezes durante o jogo e já perdi muitas partidas por causa disso. mais o q me deixa nervoso não é a derrota, é vc ver seu aliado fazendo a coisa errada, andando no jungle em horas inoportunas e sendo gankado e vc avisa, pinga tenta explicar e a pessoa simplesmente ignora, ou te xinga, etc. após isso a cordialidade vai embora e a bost- ta feita.

    Tive a oportunidade de jogar o LOL no NA e no EU antes de criar o server BR e fica extremamente visível a diferença de qualidade e respeito em ambos os servidores contra o server BR.

  • Acredito que não dá pra culpar apenas o servidor BR. Apesar de a comunidade BR já não ter muita fama em qualquer MO online, a comunidade de League of Legends em geral sofre com BM excessiva. Em toda minha experiência, uma das comunidades mais agressivas atualmente. Eu consigo lidar, fui noob por muito tempo em Dota, então desenvolvi proteção a pessoas que só buscam destruir o humor dos outros, por isso consigo jogar LoL normalmente e me divertir mesmo que não esteja jogando bem.
    Sinceramente, eu acho que jogar Starcraft 2 é mais estressante. A famosa "ladder anxiety" é bem mais cruel que alguém zumbido no seu chat. Ela de fato destroi meu humor.