Resumo – Scott Pilgrim Vs. The World: The Game

Entrando na onda de falar do Double Dragon Neon, lançamento de beat’em’up, não tem porque não comentar the Scott Pilgrim Vs. The World: The Game, que foi anunciado grátis na PS Plus junto com DDN. Eu comprei o jogo faz um tempinho e indico ele por vários motivos:

História

O HQ de Scott Pilgrim foi lançado em em 2004, mas, só chegou no Brasil em 2010, mesmo ano em que o filme e o jogo também foram lançados. Resumidamente a história é: Scott Pilgrim, garoto de 20 e poucos anos que toca em uma banda de garagem, apaixona-se por Ramona Flowers, uma entregadora de cabelos coloridos que utiliza patins, e descobre que para ficar com ela, deve antes derrotar a liga dos 7 ex namorados malvados. Pode-se dizer que são três obras individuais, ou seja, não é necessário ter assistido o filme para entender o jogo, eles são independentes. Como exemplo eu, descobri o jogo antes de ter contato com o filme ou o HQ.

Estilo Retro

O jogo é beat’em’up side-scrolling, a arte é em 8 bit e as músicas no estilo de chiptune. O beat’em’up é das antigas mesmo, no decorrer dos jogos você vai ‘liberando’ as sequências, encontrando armas de inimigos mais interessantes e, os chefões são os 7 ex namorados da Ramona. O jogo foi feito em pixel art, pelo famoso artista Paul Robertson e as músicas são da banda Anamanaguchi, que utiliza além de instrumentos, um videogame antigo para fazer suas composições. No trailer acima dá para conhecer bem o estilo.

Referências

Algo legal que acontece tanto no HQ quanto no jogo são as referências. No caso do jogo, aparecem referências de games antigos(‘todas’ encontradas estão citadas aqui), entre os mais perceptíveis para citar, estão o mapa de Mario Bros, os hit combos (mode EX) de Street Fighter, e o teleporte de Scott no final de casa fase referenciando Mega Man. O trailer do jogo deixa clara sua intenção de parodiar outros jogos.

Continue…

Já foi lançado um DLC com outra personagem e dois game modes extras e existe outro que está com o lançamento atrasado, que habilitará o modo multiplayer online e mais um personagem.

O jogo está disponível na PSN e na XLBA por 10 dólares, e para assinantes PS Plus está grátis. Para quem ainda não se convenceu, tem a demo disponível para os dois consoles.