The King of Fighters – A História do Rei dos Lutadores #2

koftopo

No post anterior sobre The King of Fighters vimos como o game conquistou seu lugar entre os jogos de luta e ganhou uma legião de fãs. Seus personagens enigmáticos e carismáticos eram conhecidos por todo mundo, e o enredo da saga Orochi surpreendeu por ser um dos primeiros jogos de luta a se preocupar com o plano de fundo que envolvia o game. Depois deste sucesso, chegou a hora da franquia continuar e começar uma nova saga com novos personagens, surgindo a saga NESTS que até hoje é duramente criticada entre os fãs da série. Mas o que levou a saga a ser tão contestada? O que aconteceu com a SNK neste período? É que vamos ver nesta segunda parte do post da história de The King of Fighters.

KOF99 veio com várias mudanças na jogabilidade, entre elas, mudanças na esquiva, uso dos golpes especiais e alteração nos golpes de muitos personagens. A mudança mais perceptível foi a inclusão dos strikers como um quarto lutador para o time, onde ele fica na reserva e entra na briga quando chamado para ajudar. Com a adição de mais um lutador por time, vários personagens retornaram a franquia e outros foram adicionados, entre eles Whip, K’ e Máxima, além de dois Kyos aparecerem(??), cada um como uma versão clássica do personagem.

O torneio de KOF99 não é mais televisionado e passa a ser disputado no submundo das lutas podendo ser notado pelos cenários. Nesta saga conhecemos a NESTS, uma organização criminosa chefiada por Krizalid envolvida em atividades de biotecnologia e robótica. Logo após a saga Orochi, o cartel iniciou o projeto de clonagem de Kyo para criar um exército de super soldados e dominar o mundo, explicando o motivo de dois Kyos no jogo.

Ao final de KOF99 descobrimos o motivo de Krizalid ter arquitetado o novo torneio: ele queria coletar os dados de todos os lutadores para ser usado em seu uniforme, que o transfere esses dados para assim ser o guerreiro mais poderoso. Realmente Krizalid seria o mais poderoso se o verdadeiro Kyo não retornasse para ajudar o time dos heróis, revelando que após o torneio de 97 foi capturado e usado para experiências com os clones, mas conseguiu fugir e dedicou seu tempo a deter a organização criminosa. Após Krizalid ser derrotado, o exército de clones é desativado e descobrimos que o vilão estava apenas sendo usado pelos verdadeiros chefes da NESTS para coletar os dados dos lutadores, depois de tudo isso Krizalid é apenas descartado e morto pela organização.

kof2000

Em seus momentos finais, Whip aparece para o vilão revelando suas intenções no torneio, ela acreditava que era irmã de Krizalid, mas descobre que ele era clone de K’ e não o contrário. Neste momento ficamos sabendo que K’ e Whip foram capturados ainda crianças pela NESTS e suas memórias apagadas. Por todo este tempo K’ foi treinado, mas sua irmã acabou morrendo e seus genes foram usados para criar Whip como um clone. Depois do torneio de 97 a NESTS inseriu DNA de Kyo em K’ explicando o motivo dele também possuir poderes de fogo.

Em KOF99, Kyo e Iori ficaram um tanto quanto deslocados no jogo, mas na realidade eles nem deveriam aparecer. Os produtores queriam que eles “se aposentassem” na saga Orochi e tornar K’ o novo protagonista, mas depois de testes com os jogadores que ficaram indignados com a ausência dos dois heróis, os produtores tiveram que inseri-los às pressas, sendo selecionáveis através de códigos ou enfrentados como chefes secretos. Apesar da história confusa, a produtora se mostrou empolgada com a nova saga e prometeu deixar as coisas bem mais interessantes, mas não foi bem o que aconteceu. Neste período a SNK passava por uma grave crise, desde projetos que não vingaram à ascensão dos consoles caseiros cada vez mais potentes.

Em meio à crise, surge KOF2000 com poucas mudanças na jogabilidade, mas com várias alterações nos times como é de costume na série. Neste game mais alguns personagens importantes aparecem, um deles é Kula, que possui poderes de gelo para combater os poderes de Fogo de K’, mas sempre vigiada por dois agentes e um ciborgue para prevenir que ela não se volte contra a NESTS, como K’ fez. Ao terminar o torneio conhecemos Zero, o vilão do jogo, ele estava a serviços da NESTS, mas decidiu trair a organização e dominar o mundo sozinho. Para isso ele usa a tecnologia da própria NESTS e constrói uma arma espacial alimentada pela energia liberada pelos lutadores do torneio. Depois de Zero ser derrotado, ele tenta ativar a arma e destruir tudo, porém Kula o impede destruindo o satélite.

Entre o período de KOF2000 e KOF2001 ocorreu a grande crise na SNK ocasionando a venda da produtora e falência da mesma. Em meio à falência e a compra pela Playmore, é lançado o novo game da franquia. Todo este problema executivo influenciou negativamente no jogo e no enredo, ocasionando um grande prejuízo a marca.

kof2001

Em KOF2001 houve poucas mudanças na jogabilidade e várias alterações nos times, claro. O ponto principal que chamaria a atenção dos fãs seria mesmo o desfecho da saga NESTS, mas como foi dito: SERIA. Os vencedores do torneio ganham uma viagem como prêmio, mas a viagem os leva ao espaço, no caminho os heróis encontram com Zero – o verdadeiro, o anterior era um clone – e também revela que a NESTS quer matar a todos os lutadores, porque já tem seus dados. Depois de vencer Zero, conhecemos Nests, o chefe da organização, e após a apresentação, seu filho Ignis sem motivo ou explicação nenhuma mata seu o pai e se torna o novo chefe da NESTS. Após vencer Ignis, ele resolve jogar sua fortaleza espacial na terra e destruir o planeta, mas sem explicação nenhuma a nave é impedida de explodir na terra e os heróis conseguem fugir.

Acredita-se que os produtores tinham planos muito melhores para a história da franquia, mas devido à falência e várias mudanças nas equipes ocasionaram esta bagunça na série. Assim como KOF98, KOF2002 foi lançado como um Dream Match, um game sem história com plano de fundo ou personagens novos e seu tempo de produção podendo ser usado principalmente no polimento e balanceamento do sistema. Em termos de gameplay, estes dois KOFs são até hoje os mais balanceados da série, e por isso ainda são muito jogados.

Depois de todos os problemas na saga NESTS, é chegada a hora da nova SNK tentar dar a volta por cima, e com isso vem a última saga da série KOF e um dos personagens mais odiados até então, mas isso fica para o próximo e último post da série de The King of Fighters.

  • Onimaru

    Rapaz, explicação impecável
    Está de parabéns…mas onde você conseguiu tanta informação?
    Por acaso existe algum anime ou mangá de KOF??