Sony anuncia PlayStation 5 por R$4999,00 e R$ 4499,00 no Brasil e lançamento para 19 de novembro

Os dois PlayStation 5 com os respectivos preços

[Atualização: Os preços nacionais do PS5 foram anunciados em R$4999,00 para o PlayStation 5 padrão e R$4499,00 para a versão digital. Os jogos chegarão entre 250 e 350 reais no mercado nacional.]

Aos ansiosos, um alívio: a Sony finalmente parou de mistério e divulgou em uma apresentação hoje (16) as condições de lançamento para o PlayStation 5, tanto na versão All-Digital quanto na padrão. Os dois consoles chegam juntos aos Estados Unidos, Japão, Canadá, México, Austrália, Nova Zelândia e Coreia do Sul no dia 12 de novembro, enquanto que o restante do mundo, incluindo o Brasil, no dia 19 de novembro.

O preço do Playstation 5 com drive de disco ficou nos mesmos U$500 do Xbox Series X, seu concorrente direto. Já a versão digital do PS 5 chega a U$400, um terço a mais do valor do pequeno Xbox Series S, mas com exatamente a mesma potência do console com disco. Os preços nacionais foram anunciados em R$4999,00 para o PlayStation 5 padrão e R$4499,00 para a versão digital, com a pré-venda começando amanhã.

Durante a apresentação, a Sony também divulgou uma tentativa de equiparar a PS Plus com o Xbox Game Pass. A PS+ Collection chega exclusivamente ao PS5 como uma biblioteca de títulos clássicos de PS 4 para se jogar no novo console sem custo adicional. Jogos como Batman Arkham Knight, Bloodborne, Fallout 4, God of War, Monster Hunter: World, Persona 5 e The Last of Us Remastered estarão disponíveis junto do lançamento do console, mas a lista apresentará variações dependendo do país e nada de títulos do próprio PS5.

E por falar em jogos Day One, os estúdios de desenvolvimento da Sony disponibilizarão cinco jogos no lançamento do PS5. São eles:

  • Astro’s Playroom (Japan Studio) – pré-instalado no PS5
  • Demon’s Souls (Bluepoint Games / Japan Studio) – R$350,00/US$69.99/¥7,900/€79.99 (RRP)
  • Destruction All Stars (Lucid Games / XDEV) – R$350,00/US$69.99/¥7,900/€79.99 (RRP)
  • Marvel’s Spider-Man: Miles Morales (Insomniac Games) – R$250,00/US$49.99/¥5,900/€59.99(RRP)
  • Marvel’s Spider-Man: Mile Morales Ultimate Edition (Insomniac Games) – R$350,00/US$69.99/¥7,900/€79.99 (RRP)
  • Sackboy A Big Adventure (Sumo Digital / XDEV) – R$300,00/US$59.99/¥6,900/€69.99(RRP)

O mais importante dessa lista é confirmar que o novo padrão de preço para os lançamentos AAA deve ficar nos U$70. Os europeus perderam mais ainda nessa mudança, com os jogos da SIE pelo menos atingindo os 80 euros, valor surreal para um game.

O aumento nos preços, aliado à Microsoft oferecendo o Game Pass como ótima alternativa para jogar lançamentos, parece tornar o PS5 um console de nicho como o Switch. Fanáticos por God of War (que teve uma sequência anunciada hoje) e Uncharted com certeza comprarão os novos títulos assim que sairem, mas quem não se importa tanto pode ter os multiplataformas no PC ou no Xbox Series X /S em melhores condições. Além disso, com o anúncio de que Marvel’s Spider-Man: Miles Morales, Sackboy A Big Adventure e Horizon Forbidden West sairão também para o PS4 com atualização gratuita para o PS5, a corrida para um PlayStation 5 acaba se tornando vazia a quem já possui o antecessor.

Para o mercado brasileiro, isso se intensifica mais ainda: a Sony acabou de anunciar que a sua fábrica em Manaus será fechada, então nada de produção nacional de consoles por um bom tempo. Com o PS5 chegando por 5000 reais e os jogos entre 250 e 350, ter o console pode ser inviável para muita gente. A pouca diferença entre o normal e o digital também vai pesar, pois no fim das contas será mais barato comprar mídia física para trocar jogos do que comprar os digitais – que podem sair até mais caro – e ficar preso a eles.

Talvez nunca tenha sido tão caro ser gamer por aqui, e parece que a próxima geração, principalmente no lado da Sony, não vai facilitar nada.

About Luigi Olivieri

Gamer até no RG. Já escrevi pra Editora Europa, já traduzi pra Riot Games e já ataquei de publicitário. Em algum momento desandei e fui trabalhar com análise de dados, mas ainda coloco minhas ideias no papel para o PlayerTwo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *